Sri Lanka pede que navio chinês deixe o porto de Hambantota; material radioativo encontrado

Anil Ranjith, alto funcionário da Autoridade de Energia Atômica do Sri Lanka (SLAEA), disse que o navio estava a caminho da China vindo do porto de Rotterdam quando desenvolveu dificuldades técnicas e entrou no porto de Hambantota.

PTI |

PUBLICADO EM 21 DE ABRIL DE 2021 20:16 IST

O Sri Lanka pediu a um navio chinês que deixasse o porto de Hambantota, ao sul, depois que foi descoberto que ele transportava material radioativo, disseram autoridades na quarta-feira.

Anil Ranjith, alto funcionário da Autoridade de Energia Atômica do Sri Lanka (SLAEA), disse que o navio estava a caminho da China vindo do porto de Rotterdam quando desenvolveu dificuldades técnicas e entrou no porto de Hambantota.

A SLAEA disse que o navio não divulgou sua carga radioativa quando atracou no porto.

O navio era administrado pela China Merchants Port Holding Company.

O principal líder da oposição, Sajith Premadasa, disse no parlamento que a Marinha do Sri Lanka, responsável pela segurança do porto de Hambantota, não foi autorizada a realizar inspeções no navio.

“O agente local da embarcação não havia informado a presença de carga perigosa a bordo quando eles solicitaram permissão do Capitão do Porto para entrar no porto.”

Ranjith disse que se tratava de um navio comercial, que carregava material radioativo – o material em particular servia como combustível para usinas nucleares.

Perto


Source link

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *