O número de mortos em enchentes na Europa chega a 150 conforme a água recua


O número de mortos nas enchentes na Europa Ocidental aumentou para mais de 150, enquanto as equipes de resgate labutavam para limpar a devastação e evitar mais danos.

A polícia disse que mais de 90 pessoas morreram no condado de Ahrweiler, no oeste da Alemanha, e teme-se mais vítimas.

Na sexta-feira, as autoridades deram um total de 63 mortos em todo o estado da Renânia-Palatinado, onde Ahrweiler está localizado.

Outras 43 pessoas foram confirmadas como mortas na vizinha Renânia do Norte-Vestfália, o estado mais populoso da Alemanha.


Detritos cercam casas em Schuld, Alemanha (Michael Probst / AP)

A emissora belga RTBF informou que o número de mortos na Bélgica aumentou para 27 no sábado.

No sábado, as águas estavam baixando em muitas das regiões afetadas, mas as autoridades temem que mais corpos possam ser encontrados em carros e caminhões que foram varridos.

O presidente alemão Frank-Walter Steinmeier planeja viajar para Erftstadt, no sudoeste de Colônia, onde um esforço de resgate angustiante aconteceu na sexta-feira, quando as pessoas ficaram presas quando o solo cedeu e suas casas desabaram.

As autoridades temem que algumas pessoas não tenham conseguido escapar, mas na manhã de sábado nenhuma vítima havia sido confirmada.

Muitas áreas ainda estavam sem eletricidade e serviço de telefone.

As partes do sul da Holanda também foram atingidas por enchentes, e fortes chuvas na Suíça fizeram com que vários rios e lagos estourassem suas margens, com autoridades da cidade de Lucerna fechando várias pontes de pedestres sobre o rio Reuss.



Source link

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.