Homem dos EUA matou seus filhos por causa de ‘DNA de serpente’: Relatório | Noticias do mundo


Um americano de 40 anos, que matou seus dois filhos com uma arma de pesca submarina, disse que foi “esclarecido” por QAnon e outras teorias da conspiração e estava salvando o mundo de “monstros” que tinham “DNA de serpente”, às autoridades.

Matthew Taylor Coleman foi acusado na quarta-feira de levar seus filhos, de dois anos e 10 meses, para o México e matá-los lá antes de retornar aos Estados Unidos. Coleman, dono de uma escola de surf na Califórnia, disse às autoridades que sabia que estava agindo errado, mas que “era o único curso de ação que salvaria o mundo”, disse a denúncia preparada por agentes federais.

A AFP relatou que, de acordo com a denúncia, Coleman disse que “ele acreditava que seus filhos se transformariam em monstros, então ele teve que matá-los”. Ele disse aos agentes que foi “iluminado pelas teorias da conspiração QAnon e Illuminati e estava recebendo visões e sinais revelando que sua esposa … possuía DNA de serpente e o havia transmitido para seus filhos”. A denúncia dizia que ele acreditava estar “salvando o mundo dos monstros”.

A esposa de Coleman relatou à polícia de Santa Bárbara em 7 de agosto que seu marido havia partido com as crianças na van da família. Ela disse que Coleman disse que os levaria para acampar, mas se recusou a dizer onde e não atendeu ligações ou mensagens de texto.

A esposa de Coleman disse não acreditar que as crianças estivessem em perigo e que ela não teve nenhum problema com Coleman, de acordo com o depoimento do tribunal. Ela também disse que “eles não tiveram nenhum tipo de discussão” antes de ele partir.

A polícia rastreou Coleman um dia depois usando o aplicativo Find My iPhone, que mostrou sua última localização conhecida como sendo Rosarito, no México. Ele foi detido pelo FBI na fronteira enquanto cruzava de volta para os Estados Unidos no dia seguinte. Coleman foi acusado do assassinato estrangeiro de cidadãos norte-americanos.

(Com contribuições da agência)



Source link

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.