Claro, escuro e melatonina: evidências emergentes da importância da melatonina na fisiologia ocular


A melatonina é um hormônio produzido principalmente pela glândula pineal, um olho vestigial. Em vez dos bastonetes e cones, é um subgrupo recém-descoberto de células ganglionares retinais fotossensíveis, que é responsável por mediar os ciclos de claro-escuro, regulando assim a secreção de melatonina. Um dos correlatos do ritmo circadiano de liberação de melatonina é o padrão de sono habitual. Pacientes com distúrbios do sono relacionados ao ritmo circadiano, incluindo alguns pacientes cegos sem supressão da melatonina induzida pela luz, se beneficiam do tratamento com melatonina. A melatonina é sintetizada na retina, cristalino, corpo ciliar e também em outras partes do corpo. Nesta revisão, discutimos os papéis fisiológicos da melatonina no olho, bem como os potenciais caminhos terapêuticos atualmente em estudo.



Source link

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.