Chefe da AIEA espera encontrar solução para usina nuclear de Zaporizhzhia em breve | Noticias do mundo


A Agência Internacional de Energia Atômica espera chegar a um acordo com a Rússia e a Ucrânia para criar uma zona de proteção na usina nuclear de Zaporizhzhia até o final do ano, disse o chefe da agência atômica da ONU.

A usina nuclear, a maior da Europa, fornecia cerca de um quinto da eletricidade da Ucrânia antes da invasão da Rússia e foi forçada a operar com geradores de reserva várias vezes.

Consulte Mais informação: Kyiv confirma que a Rússia está disparando mísseis desarmados. Razão: Para distrair a Ucrânia

Os repetidos bombardeios em torno da usina controlada pela Rússia levantaram preocupações sobre o potencial de um grave acidente a apenas 500 km (300 milhas) do local do pior acidente nuclear do mundo, o desastre de Chornobyl em 1986.

“Meu compromisso é chegar a uma solução o mais rápido possível. Espero que até o final do ano”, disse Rafael Grossi ao jornal italiano La Repubblica em entrevista publicada nesta sexta-feira.

Grossi não descartou o encontro com o presidente russo, Vladimir Putin, e também com o presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky.

“Nosso objetivo é evitar um acidente nuclear, não criar uma situação militar que favoreça uma das partes ou a outra”, disse Grossi.



Source link

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *