30 feridos como carro dirigido à multidão no carnaval alemão

Um homem intencionalmente dirigiu um carro para uma multidão em um desfile de carnaval em uma pequena cidade no centro da Alemanha, ferindo cerca de 30 pessoas, incluindo crianças, disseram autoridades.

O motorista, um cidadão alemão de 29 anos que morava localmente, foi preso no local de Volkmarsen, perto de Kassel, disseram os promotores. Ele está sendo investigado por suspeita de tentativa de homicídio.

Um porta-voz dos promotores de Frankfurt, Alexander Badle, disse em comunicado que “cerca de 30 pessoas” ficaram feridas, incluindo crianças. Eles foram levados para hospitais vizinhos, alguns com ferimentos fatais.

O suspeito também ficou ferido, disse Badle.

“A investigação, especialmente sobre as circunstâncias do crime, continua”, disse ele. “Em particular, ainda não é possível fornecer informações sobre um motivo. A investigação está explorando todas as avenidas.

A chanceler Angela Merkel enviou seus pêsames aos feridos no acidente, desejando uma recuperação rápida e completa. Ela também agradeceu à polícia e ao pessoal médico envolvido.

As equipes de emergência montaram uma clínica improvisada em uma farmácia da cidade para tratar vítimas com ferimentos leves, informou o jornal regional Frankfurter Rundschau.

Testemunhas disseram que o carro passou por uma barreira que impedia o tráfego do desfile, segundo o jornal.

Polícia e equipes de resgate no local (Uwe Zucchi / dpa / AP)

O vídeo da cena mostrava um Mercedes prateado com placas locais na calçada, seu pára-brisa dianteiro gravemente quebrado e amassado e as luzes de perigo piscando enquanto equipes de emergência passavam.

Especialistas forenses podiam ser vistos tirando fotos e medições em volta do carro, andando por fragmentos de fantasias de carnaval que cobriam o chão.

O acidente ocorreu durante o auge das celebrações em todo o país, com os maiores desfiles em Colônia, Dusseldorf e Mainz.

Todos os outros desfiles de carnaval no estado central de Hesse foram encerrados na segunda-feira por precaução.

O estado de Hesse ainda está sofrendo com um tiroteio racista na semana passada no subúrbio de Hanau, em Frankfurt. Um homem de 43 anos matou nove pessoas com origem imigrante na quarta-feira antes de matar sua mãe e depois a si mesmo.


Source link

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *