‘Guerra de informação…’: Ministro das Relações Exteriores da Rússia critica documentário da BBC sobre PM Modi | Noticias do mundo


A Rússia atacou na segunda-feira a British Broadcasting Corporation (BBC) por causa de seu documentário sobre o primeiro-ministro Narendra Modi, que gerou uma enorme controvérsia na Índia e no exterior.

O porta-voz do ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergey Lavrov, acusou a emissora britânica de travar uma guerra de informação não apenas contra a Rússia, mas também contra outros países que seguem uma política independente, informou a ANI.

“Gostaria de chamar a atenção para o fato de que é mais uma evidência de que a BBC trava uma guerra de informação em diferentes frentes – não apenas contra a Rússia, mas também contra outros centros globais de poder que seguem uma política independente”, disse o porta-voz.

“Depois de um certo número de anos, verifica-se que a BBC está a lutar mesmo dentro do establishment britânico, sendo um instrumento dos interesses de alguns grupos contra outros. Deve ser tratada em conformidade”, acrescentou o porta-voz.

O controverso documentário da BBC que narra os eventos ocorridos durante os tumultos de Gujarat em 2002, quando Narendra Modi era o ministro-chefe do estado, desencadeou um enorme conflito político. Classificando a série de duas partes ‘India: The Modi Question’ como uma peça de propaganda, o Centro bloqueou várias contas do Twitter e vídeos do YouTube que compartilhavam o documentário.

Em meio à briga em andamento, PM Modi ao abordar um Reunião do Corpo Nacional de Cadetes (NCC) disse que tentativas inúteis foram feitas para ‘dividir’ as pessoas do país. “…para impedir o objetivo da Índia de progredir, seu lema de ‘Ek Bharat, Shreshtha Bharat’, muitas desculpas estão sendo desenterradas, diferentes tópicos raspados para dividir os filhos da mãe Índia… apesar de milhares de tais tentativas, eles não terão sucesso,” ele disse.

O documentário foi exibido por partidos de oposição e organizações estudantis em vários campi universitários da Índia.

PM de origem indiana do Reino Unido Rishi Sunak defendeu Modi no Parlamento britânico distanciando-se do documentário. Sunak disse que não concorda com a ‘caracterização’ de seu homólogo indiano.

Na semana passada, o Estados Unidos disseram que apóia a necessidade de uma imprensa livre em todo o mundo e fez questão também na Índia. O porta-voz do Departamento de Estado dos EUA, Ned Price, respondeu a uma pergunta de um jornalista paquistanês sobre o documentário: “De modo geral, quando se trata disso, apoiamos a importância de uma imprensa livre em todo o mundo”, respondeu Price.

  • SOBRE O AUTOR

    Acompanhe as últimas notícias e desenvolvimentos da Índia e de todo o mundo com a redação do Hindustan Times. De política e políticas à economia e meio ambiente, de questões locais a eventos nacionais e assuntos globais, temos tudo o que você precisa.



Source link

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *