Chefe da Polícia do Capitólio condena protesto e identifica mulher que morreu


O chefe da Polícia do Capitólio dos Estados Unidos disse que a multidão violenta que invadiu o prédio empunhava canos de metal, irritantes químicos e outras armas contra a polícia.

Steven Sund emitiu um comunicado dizendo que os manifestantes rebeldes “atacaram ativamente” policiais e “estavam determinados a entrar no edifício do Capitólio causando grandes danos”.

Um oficial da Polícia do Capitólio atirou e matou uma pessoa, que o Sr. Sund identificou como Ashli ​​Babbitt.


O senador Tim Scott, um republicano, pára para examinar os danos (Andrew Harnik / AP)

O Sr. Sund não identificou o policial, mas disse que ele seria colocado em licença administrativa enquanto se aguarda uma investigação.

O Sr. Sund defendeu a resposta de sua agência das críticas de que os oficiais não impediram a incursão.

Ele diz que sua agência “tinha um plano robusto” para o que ele previa que seriam protestos pacíficos, mas o que ocorreu na quarta-feira foi “comportamento criminoso turbulento”.

Ele disse que mais de 50 policiais do Capitólio e de Washington ficaram feridos e vários policiais do Capitólio foram levados ao hospital com ferimentos graves.



Source link

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *