Arizona atingido por enchentes três vezes, governador declara emergência enquanto Flagstaff é inundada | Noticias do mundo


Uma cidade no norte do Arizona foi atingida pela terceira vez por enchentes na sexta-feira, que jogou destroços nas ruas e as forçou a fechar.

O governador Doug Ducey emitiu uma declaração de emergência na sexta-feira anterior para o condado de Coconino, disponibilizando até US $ 200.000 para resposta às enchentes na área de Flagstaff. Moradores relataram riachos de água fluindo em seus quintais e nas ruas mais movimentadas da cidade.

A cidade de Flagstaff e o condado de Coconino abriram um centro conjunto de operações de emergência. Algumas das inundações ocorreram em bairros à sombra de uma montanha que ardeu em 2019.

“Graves inundações pós-incêndio estão criando desafios perigosos para as comunidades no norte do Arizona”, disse Ducey na sexta-feira. “A inundação está causando o fechamento de estradas, danificando propriedades e colocando em risco a segurança dos habitantes de Arizon.”

O Serviço Nacional de Meteorologia divulgou uma enxurrada de previsões meteorológicas na sexta-feira, alertando sobre o potencial de enchentes em todo o estado. Muitos lugares receberam mais chuva no mês passado do que em toda a temporada de monções de 2020, que ocorreu de meados de junho a setembro, informou o serviço meteorológico.

“Chuvas torrenciais” causaram inundações na State Highway 87 a cerca de 112 quilômetros a sudeste de Flagstaff em um ponto na noite de sexta-feira entre Payson e Pine, disse o serviço. A cidade de Flagstaff disse que muitas seções de seu sistema de trilhas urbanas foram danificadas e intransitáveis ​​devido às inundações recentes.

O serviço também emitiu um alerta de poeira na sexta-feira à noite na borda sudoeste de Phoenix, onde ventos superiores a 40 mph (64 km / h) criaram uma parede de poeira que reduziu a visibilidade para menos de 400 metros em uma área que incluía partes das estradas interestaduais dos EUA 10 e 8.

Pelo menos uma morte foi atribuída às enchentes. O Parque Nacional do Grand Canyon na sexta-feira identificou uma mulher que foi encontrada no frio rio Colorado depois que uma enchente varreu a viagem de seu grupo de rafting.

Rebecca Copeland, 29, de Ann Arbor, Michigan, foi encontrada na quinta-feira perto do acampamento onde o grupo de 30 pessoas se instalou na noite anterior, disseram autoridades do parque. Muitos dos pertences do grupo foram levados pela água depois que uma torrente de água passou por um desfiladeiro acima deles.

A porta-voz do Park, Kaitlyn Thomas, disse que um punhado de pessoas foi “muito seriamente espancado pelos destroços”. Um punhado deles teve que ser evacuado por via aérea do cânion, disse o parque.

Um outro grupo comercial de rafting encontrou Copeland e outra mulher que inicialmente foi dada como desaparecida. Thomas disse que não sabia se aquele grupo estava procurando ativamente por pessoas desaparecidas no momento.

“Estou confiante de que a comunidade ribeirinha sabia que algo estava acontecendo, mas imagino que eles estivessem à espreita”, disse ela.

O Serviço Nacional de Parques e o examinador do condado de Coconino estão investigando o incidente, disse o parque em um comunicado.



Source link

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.