Whoopi Goldberg pede desculpas por dizer que o Holocausto ‘não é sobre raça’


A apresentadora de talk show americana Whoopi Goldberg ofereceu suas “sinceras desculpas” depois de dizer que o Holocausto “não é sobre raça”.

O apresentador do View disse que os judeus em todo o mundo “sempre tiveram meu apoio” em um comunicado após uma reação às suas declarações online.

Goldberg, que é co-anfitrião do The View na ABC, disse que a atrocidade histórica foi sobre “a desumanidade do homem para com o homem”.

Ela fez os comentários sobre o programa durante uma discussão sobre a decisão de um conselho escolar do Tennessee de proibir o romance gráfico do Holocausto, vencedor do prêmio Pulitzer, Maus.

Em uma declaração postada no Twitter, ela disse: “No programa de hoje eu disse que o Holocausto ‘não é sobre raça, mas sobre a desumanidade do homem para com o homem’. Eu deveria ter dito que é sobre ambos.

“Como Jonathan Greenblatt, da Liga Antidifamação, compartilhou: ‘O Holocausto foi sobre a aniquilação sistemática do povo judeu pelos nazistas – que eles consideravam uma raça inferior’. Estou corrigido.

“O povo judeu ao redor do mundo sempre teve meu apoio e isso nunca (vacilará). Sinto muito pelo mal que causei.

“Escrito com minhas mais sinceras desculpas. Whoopi Goldberg.”

Na discussão original, Goldberg disse: “Vamos ser sinceros, o Holocausto não é sobre raça, não é”.

O apresentador, que co-apresenta o The View na ABC, disse que a atrocidade histórica foi sobre ‘desumanidade do homem para o homem’ (Tom Haines/PA)

“É sobre a desumanidade do homem para com o homem, é disso que se trata. Estes são dois grupos de pessoas brancas.”

Ela continuou: “Você está perdendo o ponto… vamos falar sobre o que realmente é. É sobre como as pessoas se tratam.

“É um problema. Não importa se você é negro ou branco, judeu… todo mundo come um ao outro.”

Seus comentários foram condenados por ativistas online como “perigosos” após a transmissão do programa.

Mas respondendo ao seu pedido de desculpas, Gleenblatt agradeceu a Goldberg por “reconhecer o Holocausto pelo que foi”.

“Obrigado @WhoopiGoldberg por corrigir sua declaração anterior e reconhecer o #Holocausto pelo que era”, escreveu ele no Twitter.

“À medida que o #antissemitismo atinge níveis históricos, espero que possamos trabalhar juntos para combater a ignorância desse crime horrível e o ódio que ameaça a todos.”

StopAntisemitism.org disse que os comentários de Goldberg “minimizaram” o trauma e o sofrimento causados ​​pela atrocidade.

“Newsflash @WhoopiGoldberg 6 milhões de nós foram gaseados, famintos e massacrados porque fomos considerados uma raça inferior pelos nazistas”, escreveu a organização.

“Como você ousa minimizar nosso trauma e sofrimento!”



Source link

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.