Volkswagen revela queda de 15% nas vendas durante pandemia

A montadora alemã Volkswagen disse que suas vendas globais caíram 15,2% em 2020 devido à pandemia Covid-19, mas mostraram uma recuperação significativa no final do ano.

A empresa mais do que triplicou suas vendas de veículos movidos a bateria.

As vendas globais de todas as marcas da Volkswagen chegaram a 9,3 milhões de veículos.

O quarto trimestre apresentou queda menor, de 5,7%, e dentro desse trimestre o mês de dezembro melhorou ainda mais, apresentando queda de apenas 3,2% em relação ao mesmo período do ano anterior.

A Volkswagen disse na quarta-feira que as vendas caíram mais na Europa Ocidental, 21,6%, enquanto a China, o maior mercado único da empresa, caiu 9,1%.

Carros elétricos ID.3 estacionam na área da fábrica durante um tour de imprensa na fábrica da fabricante alemã Volkswagen (Jens Meyer / AP)

As vendas de carros movidos a bateria aumentaram 214% para 231.600 de 73.700 em todas as marcas da empresa.

Os líderes de vendas de eletricidade da empresa incluíam o compacto Volkswagen ID.3 com 56.500, o Audi e-tron SUV com 47.300 e o Porsche Taycan de última geração com 20.000.

A Volkswagen disse que suas vendas caíram menos do que o mercado geral, o que significa que expandiu ligeiramente sua participação de mercado.

“A pandemia Covid-19 fez de 2020 um ano extremamente desafiador”, disse o chefe de vendas do grupo, Christian Dahlheim.

“O Grupo Volkswagen teve um bom desempenho neste ambiente e fortaleceu sua posição no mercado.”

As marcas do Grupo Volkswagen incluem Volkswagen, Audi, Porsche, Seat, Skoda e Porsche, vendidas como fabricantes de caminhões MAN e Scania.


Source link

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *