Últimas atualizações de todo o mundo

Países do mundo todo estão tomando medidas para impedir a disseminação do coronavírus. Ele já infectou centenas de milhares de pessoas em todo o mundo.

Aqui estão as atualizações mais recentes:

– ITÁLIA

A Itália está a caminho de superar a China no número de mortes relacionadas ao coronavírus, um marco horrível que está sendo atribuído à grande população idosa do país, ao seu sistema de saúde sobrecarregado e à imposição atrasada de medidas completas de bloqueio em todo o epicentro, Lombardia.

A Itália registrou 2.978 mortes na quarta-feira, depois que outras 475 pessoas morreram. Como a Itália tem em média mais de 350 mortes desde 15 de março, é provável que supere o total de 3.249 mortos na China nesta semana.

As autoridades de saúde da ONU e da Itália citaram uma variedade de razões para o alto número de pedágios na Itália, entre elas a grande população idosa, que é particularmente suscetível a desenvolver sérias complicações com o vírus. A Itália tem a segunda população mais antiga do mundo, depois do Japão, e a grande maioria dos mortos da Itália – 87% – tinha mais de 70 anos.

Além disso, praticamente todos os mortos da Itália tinham uma ou mais condições médicas subjacentes, como diabetes, câncer, hipertensão ou insuficiência renal.

– INDONÉSIA

Milhares de pessoas participaram de uma cerimônia de ordenação de um bispo católico na ilha indonésia de Flores, apesar de pedidos das autoridades para evitar reuniões de massa para impedir a propagação do coronavírus.

Imagens da cerimônia de ordenação postadas nas mídias sociais mostraram pessoas dentro da catedral de Ruteng sentadas próximas umas das outras e não cumprindo as medidas de distanciamento social.

Um padre que participou da cerimônia estimou que cerca de 4.000 pessoas se reuniram dentro e ao redor da igreja.

Um trabalhador desinfeta uma igreja católica em meio a temores de um surto de coronavírus na Indonésia (Slamet Riyadi / AP)

Sebastian Rida, um morador católico de Ruteng que testemunhou a cerimônia, disse que oficiais da agência de saúde local pediram às pessoas que usassem máscaras e desinfetantes para as mãos, mas nem todos o fizeram.

A Indonésia tem 309 casos confirmados do vírus e 25 mortes.

– RÚSSIA

A Rússia relatou sua primeira morte relacionada ao coronavírus, uma mulher de 79 anos que morreu no hospital em Moscou.

As autoridades de saúde disseram que ela foi hospitalizada na semana passada e sofria de uma variedade de condições crônicas, como diabetes, hipertensão e doenças cardíacas.

A Rússia registrou 147 casos do coronavírus. As autoridades tomaram uma variedade de medidas para retardar a propagação da doença, como fechar as fronteiras para estrangeiros e testar todos que retornam de países afetados pela pandemia.

A partir da próxima semana, todas as escolas estarão fechadas. O governo instou repetidamente os russos a ficar em casa e limitar todos os contatos.

– PAQUISTÃO

As autoridades paquistanesas fecharam santuários de santos sufis na capital e em outros lugares e visitas a museus, locais arqueológicos e turísticos foram proibidas quando os casos de coronavírus saltaram para 301, a maioria em peregrinos que retornam do Irã.

Duas pessoas que retornaram da Arábia Saudita e Dubai se tornaram as primeiras vítimas do Paquistão quando morreram na quarta-feira.

Ele espalhou pânico entre aqueles que não estavam levando as infecções a sério.

As autoridades paquistanesas na quinta-feira planejavam colocar em quarentena centenas de peregrinos que retornavam do Irã. Esses peregrinos serão mantidos em edifícios isolados no centro do Paquistão por duas semanas.

O Paquistão já fechou escolas.

– PAÍSES BAIXOS

O governo holandês está limitando a entrada no país por 30 dias a partir de quinta-feira à noite, em seu mais recente esforço para impedir a propagação do coronavírus.

(Gráficos PA)

A proibição de entrada abrange todas as viagens não essenciais ao país para visitantes de fora da União Europeia, Reino Unido e países que fazem parte da zona de viagens sem passaporte da Europa, conhecida como Schengen.

Exceções também serão feitas para viajantes com autorização de residência na Holanda e pessoas em ocupações “vitais”, como trabalhadores da saúde.

Na quarta-feira, a Holanda havia registrado 58 mortes relacionadas ao coronavírus no surto e 2.051 testes positivos.

– AUSTRÁLIA

A Austrália está proibindo os passageiros que não são cidadãos, residentes permanentes ou familiares diretos dos residentes.

O primeiro-ministro Scott Morrison disse que 80% dos casos de coronavírus detectados na Austrália são pessoas infectadas no exterior ou por contato direto com alguém que foi infectado no exterior. Atualmente, espera-se que as chegadas ao exterior se auto-isolem por 14 dias.

– NOVA ZELÂNDIA

A Nova Zelândia está fechando sua fronteira para pessoas que não são cidadãos ou residentes a partir de sexta-feira.

A primeira-ministra Jacinda Ardern disse que ficou cada vez mais preocupada que os visitantes da Nova Zelândia não se isolassem adequadamente por 14 dias, conforme necessário. Existem algumas exceções, incluindo crianças e parceiros de residentes.

– MÉXICO

O departamento de saúde do México confirmou a primeira morte do país relacionada ao coronavírus.

O departamento escreveu no Twitter que a pessoa começou a mostrar sintomas em 9 de março e tinha diabetes.

O México tem 118 casos confirmados de infecção e as autoridades esperam que os números aumentem rapidamente nas próximas semanas.

As autoridades instaram as pessoas a manter distância em situações sociais e as escolas interromperam as aulas.




Source link

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *