UE investiga Qualcomm sobre chips de radiofrequência – Últimas Notícias

A União Europeia está investigando se Qualcomm Inc engajado em comportamento anticompetitivo, alavancando sua posição de mercado no modem 5G salgadinhos no rádio frequência mercado de chips, a empresa divulgada em um arquivo regulatório.

O fornecedor de chips de San Diego também permanece trancado em um processo de apelação depois de perder um caso antitruste para a Comissão Federal de Comércio dos EUA no ano passado.

A Qualcomm fornece chips “modem”, também chamados de processadores de banda base, que conectam telefones celulares a redes de dados sem fio.

Mas a empresa também está expandindo para um campo relacionado chamado chips front-end de radiofrequência, que se tornaram mais complexos em telefones que usam redes 5G.

A Qualcomm tenta convencer os fabricantes de telefones a comprar seus chips de radiofrequência, juntamente com seus próprios chips de modem, em vez de selecionar peças de fornecedores separados e integrá-las.

Outros grandes fornecedores de chips de radiofrequência são Broadcom Inc , Skyworks Solutions Inc e Qorvo Inc.

No registro de quarta-feira, a Qualcomm disse que estava em processo de responder a uma investigação pela Comissão Europeia, ramo executivo da UE, depois de atender a um pedido de informações com a empresa em 3 de dezembro.

A Qualcomm disse que a comissão poderá impor uma multa de até 10% de sua receita anual se uma violação for encontrada.

A Qualcomm ganhou contratos de chips de radiofrequência com a Samsung Electronics, o Google e LG Electronics, entre outros.

A empresa aprofundou sua atuação no mercado de radiofrequência no ano passado, quando adquiriu a parte pendente de uma joint venture com a TDK Corp. no valor de US $ 1,15 bilhão.

Os executivos da Qualcomm disseram na quarta-feira que a receita do mercado de radiofrequência contribuiu para uma previsão de vendas que superou as expectativas dos analistas.




Source link

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *