Suspeito de assassinato com arco e flecha na Noruega foi denunciado por radicalização


Um homem dinamarquês que está sob custódia na Noruega, suspeito de um ataque com arco e flecha em uma pequena cidade que matou cinco pessoas, é um muçulmano convertido que já havia sido sinalizado como radicalizado, disse a polícia.

“Antes havia a preocupação de que o homem tivesse sido radicalizado”, disse o chefe de polícia Ole B Saeverud em uma entrevista coletiva.

As vítimas foram quatro mulheres e um homem com idades entre 50 e 70 anos, disse Saeverud.

O homem é suspeito de ter atirado em pessoas em vários locais da cidade de Kongsberg na noite de quarta-feira.



Source link

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *