‘Sinal de socorro enviado’: aviões transportando mais de 100 soldados afegãos aterrissam no Tadjiquistão | Noticias do mundo


O Tadjiquistão, que compartilha 1.350 quilômetros de fronteira com o Afeganistão, disse na segunda-feira que vários aviões militares transportando mais de 100 soldados afegãos do país vizinho pousaram no aeroporto da cidade de Bokhtar, informou a agência de notícias Reuters citando o Ministério das Relações Exteriores do Tadjique. Embora não esteja completamente claro por que os aviões pousaram no Tadjiquistão, a agência de notícias russa RIA disse que a aeronave foi autorizada a entrar no espaço aéreo tadjique e pousar no aeroporto enquanto enviava um “sinal de socorro” às autoridades tadjiques.

Leia também | Mais de 80 cadetes afegãos treinando no IMA se preocupam com a situação em casa

O desenvolvimento vem logo após a queda de um avião militar afegão no Uzbequistão. O avião foi abatido pela defesa aérea uzbeque enquanto tentava violar o espaço aéreo entre os dois países, informou a RIA citando o ministério da defesa do Uzbequistão. Embora não haja informações sobre o número de mortos e feridos, é relatado que o piloto ejetou da aeronave e sobreviveu.

Leia também | Não tinha certeza se conseguiria trazer índios presos de volta: tripulação de vôo da AI Kabul

Tanto o Tadjiquistão quanto o Uzbequistão estão localizados ao norte do Afeganistão, sendo que a fronteira deste último com seu vizinho do sul tem 144 quilômetros de extensão. Anteriormente, acredita-se que os soldados afegãos tenham fugiu aos dois vizinhos do norte do país nos primeiros dias dos avanços do Taleban em direção a Cabul. O grupo insurgente, impulsionado pela retirada das tropas americanas do país após 20 anos, capturou a capital afegã no domingo. O Taleban foi retirado do poder em 2001 por forças lideradas pelos EUA que chegaram aqui após os ataques de 11 de setembro em Nova York.

Leia também | Força Aérea dos EUA interrompe evacuações de Cabul para limpar o campo de aviação da multidão: Relatório

O Tajiquistão é para onde Amrullah Saleh, o primeiro vice-presidente do Afeganistão, acredita-se ter fugido. Presidente afegão Ashraf Ghani, que também escapou no domingo, acredita-se que tentou entrar no Tadjiquistão, mas partiu para Omã após ter sua permissão negada para pousar. Agora é provável que Ghani vá para os Estados Unidos.



Source link

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *