Relatório revela que o mundo está com falta de enfermeiros


Há uma escassez global de 5,9 milhões de enfermeiros, de acordo com um novo relatório.

O primeiro relatório de enfermagem do State of the World constatou que uma força de trabalho de enfermagem envelhecida “ameaça a estabilidade” da enfermagem, particularmente na Europa.

O relatório da Organização Mundial de Saúde, Nursing Now e do Conselho Internacional de Enfermeiras afirma que países de alta renda como a Irlanda têm uma “dependência excessiva” da mobilidade internacional de enfermagem.

O Dr. Edward Mathews, da INMO, disse que o investimento no setor é fundamental.

Ele disse: “Ele aponta para uma escassez de 5,9 milhões de enfermeiros no mundo atualmente e deixa bem claro que, a menos que investimos mais em enfermagem e obstetrícia, não seremos capazes de atender às necessidades de saúde de nossa população em breve”.

O Dr. Mathews diz que a Organização Mundial da Saúde emitiu um alerta severo ao lançar o relatório:

Ele disse: “O que o médico Tedros Ghebreyesus disse é que devemos aprender com o Covid-19 é que devemos investir em enfermagem e obstetrícia para atender às necessidades de saúde de nossa população.

“O relatório recomenda um aumento de 8% no número de graduados em enfermagem a cada ano até 2030. Devemos expandir a prática avançada de enfermagem para que possamos atender às necessidades de saúde de nossa população”.

O relatório analisou dados sobre os 27,9 milhões de enfermeiros de 191 países.

    Informação útil
  • O HSE desenvolveu um pacote de informações sobre como proteger a si e aos outros contra o coronavírus. Leia-o aqui
  • Qualquer pessoa com sintomas de coronavírus que tenha estado em contato próximo com um caso confirmado nos últimos 14 dias deve se isolar de outras pessoas – isso significa entrar em uma sala diferente e bem ventilada sozinha, com um telefone; telefone para o médico de família ou para o departamento de emergência;
  • Os serviços de GP fora do horário comercial não estão em condições de solicitar exames para pacientes com sintomas normais de constipação e gripe. O HSELive é uma linha de informações e, da mesma forma, não está em posição de solicitar testes para membros do público. Pede-se ao público que reserve 112/999 para emergências médicas o tempo todo.
  • SOZINHO lançou uma linha de apoio nacional e apoios adicionais para idosos que tenham preocupações ou enfrentam dificuldades relacionadas ao surto de COVID-19 (Coronavírus) na Irlanda. A linha de suporte estará aberta sete dias por semana, das 8h às 20h, ligando para 0818 222 024


Source link

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.