Regulador irlandês propõe multa de privacidade de 36 milhões de euros no Facebook: Relatório


Regulador irlandês propõe multa de privacidade de 36 milhões de euros no Facebook Report
IrlandaComissão de Proteção de Dados (DPC) propôs multas Facebook até 36 milhões de euros em uma das mais de uma dúzia de sondagens que abriu no gigante das mídias sociais, de acordo com um projeto de decisão publicado pelo reclamante na quarta-feira.

Debaixo União Européia Regras de proteção de dados de 2018, o DPC deve agora compartilhar a decisão preliminar com todas as autoridades de supervisão da UE em questão e considerar seus pontos de vista antes de proferir um veredicto final.


A comissão irlandesa é a principal reguladora do Facebook e de muitas outras das maiores empresas de tecnologia do mundo sob o regime de dados “One Stop Shop” do bloco, devido à localização de sua sede na UE na Irlanda.

A reclamação, apresentada pelo ativista austríaco de privacidade Max Schrems, dizia respeito à legalidade do processamento de dados pessoais, especificamente em torno de seus termos de serviço.

A DPC propôs uma multa de 28 milhões a 36 milhões de euros por falha do Facebook em fornecer informações suficientes, de acordo com o projeto de decisão, publicado pelo grupo de direitos digitais de Schrems NOYB

Um porta-voz da DPC disse que havia enviado o projeto de decisão às outras autoridades de supervisão e não tinha mais comentários porque o processo está em andamento.

FacebookTwitterLinkedin




Source link

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *