Prós e contras de cada


Passamos mais tempo do que nunca em nossas casas e em nossos colchões. Isso pode fazer você pensar – é hora de substituir o colchão?

Se você está em busca de um upgrade, mas não sabe o que escolher, estamos aqui para ajudar. Vamos dar uma olhada nas diferenças entre a espuma viscoelástica e a mola, seus prós e contras e o que considerar antes de comprar.

Os colchões de espuma viscoelástica são projetados para se adequar ao formato do seu corpo para suporte e alívio de pressão. Colchões de espuma de memória são bastante populares, com muitas empresas de renome oferecendo-os como uma opção.

Colchões de molas também são comuns. Este tipo de colchão usa bobinas de aço que cobrem o colchão e ajudam a distribuir o peso. As bobinas podem ser conectadas juntas ou individualmente encaixadas (“embolsadas”) para controlar melhor a transferência de movimento.

Embora os colchões de espuma viscoelástica sejam uma adição mais recente ao mundo dos colchões, os colchões de molas já existem há muito tempo.

Existem vários benefícios de colchões de espuma de memória.

  • Eles são macios. Se você quiser ser confortável, a espuma viscoelástica pode ser uma boa escolha.
  • Eles se moldam ao seu corpo. A espuma viscoelástica é famosa pelo contorno que envolve seu corpo. Ele também recupera sua forma quando você se move.
  • Eles são fáceis de encontrar online. Com a crescente popularidade dos colchões bed-in-a-box, muitas marcas online vendem colchões de espuma com memória.
  • Eles fornecem isolamento de movimento. A espuma viscoelástica absorve o movimento, o que pode ser útil se você compartilhar a cama com um parceiro ou animais de estimação.

Existem também algumas desvantagens.

  • Eles variam em qualidade. Você pode encontrar alguns colchões de espuma viscoelástica de alta qualidade por aí. Mas seu aumento de popularidade também significa que há muitas versões abaixo da média. Embora um colchão de espuma de memória possa parecer moderno, faça uma pesquisa para ver se ele se adapta às suas necessidades.
  • Eles podem emitir gás. A espuma viscoelástica pode emitir produtos químicos, que possuem um odor distinto. Para minimizar isso, procure colchões com certificação de segurança, como o CertiPUR-US.
  • Eles podem fazer você se sentir “preso”. Algumas pessoas gostam do contorno que um colchão de espuma viscoelástica proporciona, mas outras não gostam da sensação de estar “dentro” do colchão, e não em cima dele.

Os colchões de molas oferecem alguns benefícios importantes.

  • Eles podem ser mais baratos. Um colchão de molas básico pode ser mais barato do que um colchão de espuma viscoelástica com muitos sinos e assobios, como espuma de gel refrescante.
  • Eles oferecem um ótimo suporte. As bobinas são projetadas para suportar seu peso, então não há sensação de afundamento.
  • Eles se movem com você. Se você não gosta de se sentir preso, um colchão de molas lhe dará mais elasticidade.

Assim como os colchões de espuma viscoelástica, os colchões de molas também têm algumas desvantagens.

  • Eles não são tão bons com isolamento de movimento. Mais pulo significa que você tem mais probabilidade de sentir seu parceiro se mexer se ele se mexer e virar à noite.
  • Eles podem ser barulhentos. As molas às vezes podem fazer barulho enquanto você se move. A espuma é mais silenciosa.

Os colchões viscoelásticos e de molas proporcionam experiências de sono totalmente diferentes. Para descobrir qual é o melhor para você, pense em suas principais preocupações.

Escolha um colchão de espuma viscoelástica se você:

  • quer um colchão que se adapte ao seu corpo
  • dormir de lado, pois a suavidade pode aliviar a pressão no quadril e no ombro
  • quer isolamento de movimento

Escolha um colchão de molas se você:

  • estão procurando por um melhor suporte para as costas e coluna
  • dormir quente, pois o ar pode se mover entre as espirais, permitindo que o colchão “respire”
  • quero que o colchão se mova com você

Independentemente do tipo de colchão que você escolher, você pode personalizá-lo ainda mais de acordo com suas necessidades. Pense em recursos e considerações extras como:

  • Tamanho. A maioria dos colchões vem nos tamanhos duplo, completo, queen e king. Algumas marcas também vendem outros tamanhos, como gêmeo XL, rainha olímpica, rei da Califórnia ou rei do Alasca.
  • Toppers ou pillow tops. Algumas marcas permitem que você adicione camadas extras embutidas no colchão. Ou você pode comprar um protetor de colchão separado para atender às suas necessidades exclusivas.
  • Recursos de refrigeração. Alguns materiais, como espuma de gel, ou recursos, como câmaras de ar extras, permitem um melhor resfriamento.
  • Preço. Você pode encontrar colchões econômicos ou ganhar um colchão de luxo.
  • Firmeza. Se você tem dores nas costas, algum pesquisa sugere que colchões de média firmeza podem ser melhores do que firmes. Sua escolha de firmeza depende em grande parte da preferência e do estilo de dormir.
  • Contagem de bobinas. Se você estiver comprando um colchão de molas, a International Chiropractors Association recomenda pelo menos 375 espirais para uma rainha.

Além de avaliar colchões individuais, você também pode pesquisar as marcas que está considerando.

Veja sites como o Better Business Bureau, TrustPilot e Yelp para ter uma ideia de como os compradores se sentem em relação à empresa e ao produto. Algumas empresas não mostram nada além de comentários positivos em seus sites, portanto, pode ser útil olhar para uma gama mais ampla.

Finalmente, antes de fazer uma compra, certifique-se de saber o que esperar em relação à entrega, período de teste, garantia e atendimento ao cliente.

Algumas empresas entregam e montam seu colchão, enquanto outras o enviam enrolado em uma caixa. Algumas empresas oferecem longos serviços de teste e garantias que garantem que você seja bem cuidado, enquanto outras não.

Pronto para uma nova espuma de memória ou colchão de molas? Ambos são ótimas opções com qualidades únicas.

Opte pela espuma viscoelástica se quiser algo macio que o embale, ou se a transferência em baixo movimento for importante para você. Se você quiser algo saltitante com mais suporte, escolha um colchão de molas.


Robin Mosley é um escritor que vive em Chicago. Seu trabalho apareceu em publicações incluindo Food and Wine e The Kitchn. Seu trabalho lida com comida, jogos ou negócios conectados a identidades interseccionais. Você pode acompanhá-la no Twitter ou no site dela.



Source link

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *