Policial do Capitólio morto depois que um homem bateu com o carro no posto de controle


O homem não identificado saiu do veículo armado com uma faca e foi baleado pela polícia, disse um oficial do Capitólio, sob condição de anonimato. O suspeito morreu pouco depois, disse Pittman.

Bloomberg | , Yogananda Pittman

PUBLICADO EM 3 DE ABRIL DE 2021 12:41 IST

A Polícia do Capitólio dos EUA atirou e matou um homem que bateu com um carro em um posto de controle de segurança fora do prédio do Capitólio na sexta-feira, ferindo um policial e matando outro, disse o chefe interino Yogananda Pittman.

O homem não identificado saiu do veículo armado com uma faca e foi baleado pela polícia, disse um oficial do Capitólio, sob condição de anonimato. O suspeito morreu em breve depois, disse Pittman.

Os dois policiais foram hospitalizados e Pittman disse que “está com o coração muito pesado que um dos policiais sucumbiu aos ferimentos”.

No momento, não parece ser uma ameaça contínua ”, disse Robert Contee, chefe da polícia metropolitana de Washington. “Não parece ter relação com o terrorismo.” Ele disse que a investigação continua.

O vídeo da cena mostrou que o carro estava dirigindo rápido o suficiente para o airbag disparar quando atingiu a barricada de segurança.

As autoridades disseram em um comunicado que o incidente ocorreu em um “ponto de acesso para veículos” no lado do Capitólio do Senado ao longo da Avenida Constitution em Washington DC

“Um suspeito está sob custódia. Ambos os policiais estão feridos. Todos os três foram transportados para o hospital ”, disse a polícia em um tweet.

O Capitol estava em bloqueio de segurança, sem permissão para entrar ou sair dos edifícios, mas eles podem se mover dentro do campus dos edifícios.

O Capitólio está sob forte segurança desde o ataque de 6 de janeiro ao prédio por partidários do ex-presidente Donald Trump, enquanto o Congresso votava para certificar a eleição de 2020 em favor de Joe Biden. Algumas cercas de perímetro foram removidas, mas não todas.

O líder da minoria no Senado, Mitch McConnell, twittou que estava “orando pelos policiais do Capitólio dos Estados Unidos” e “grato” aos primeiros respondentes na cena.

Perto


Source link

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.