Policiais de Buffalo acusados ​​de agressão a homem de 75 anos

Dois policiais em Buffalo, no estado de Nova York, foram acusados ​​de agressão depois que um vídeo mostrou um manifestante de 75 anos sendo empurrado durante manifestações recentes sobre a morte de George Floyd, em Minnesota.

Robert McCabe e Aaron Torgalski se declararam inocentes do ataque de segundo grau. Eles foram libertados sem fiança.

O promotor John Flynn disse que os policiais “cruzaram a linha”.

Os policiais foram suspensos sem pagamento na sexta-feira, depois que uma equipe de TV capturou o confronto na noite anterior, perto do fim dos protestos.

A filmagem mostra um homem identificado como Martin Gugino se aproximando de uma fila de oficiais de capacete segurando cassetetes enquanto eles limpam manifestantes da Niagara Square na época de um toque de recolher às 20h.

Dois policiais empurram o Sr. Gugino para trás, e ele bate a cabeça na calçada. Sangue derrama quando os policiais passam.

Um oficial se inclina para checar o homem ferido antes que outro oficial exija que o colega continue andando.

O que vimos foi horrendo e nojento, e acredito, ilegal

O vídeo do encontro provocou indignação on-line quando manifestantes foram às cidades em todo o país para protestar contra a morte de Floyd.

O governador do estado, Andrew Cuomo, disse: “Acho que houve responsabilidade criminal pelo que vi no vídeo.

“Acho que o que o prefeito fez e o promotor público fez certo, e os aplaudo por agirem tão rápido quanto eles.

“O que vimos foi horrendo e nojento, e acredito, ilegal”, acrescentou.

No entanto, dezenas de policiais de Buffalo que ficaram furiosos com as suspensões de seus colegas desceram da unidade de controle de multidões do departamento na sexta-feira.

Os oficiais que renunciaram não deixaram o emprego por completo.




Source link

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *