PhonePe e Affle Global para resolver disputa do IndusOS


PhonePe e Affle Global para resolver disputa do IndusOS
Bangalore: pondo fim a uma saga de um ano, PhonePe e Affle Global (AGPL) estão resolvendo a questão em toda a saga em torno da aquisição da OSLabs, a holding de Cingapura da plataforma de descoberta de aplicativos e conteúdo Indus OS.

Isso ocorre quando o ET deu a notícia em 13 de abril, sobre um juiz sênior do Supremo Tribunal de Cingapura rejeitando pelo menos dois recursos interpostos por Affle, acionista da Indus OS, que contestava a aquisição da startup sediada em Bengaluru pelo Walmart e Flipkart- de propriedade do PhonePe após a assinatura de um termo de compromisso para a aquisição.


“A resolução da disputa envolvendo ações da Indus OS é um passo significativo para um melhor resultado para a Indus OS e suas partes interessadas. A união de muitas forças importantes (Fundadores do Indus OS, PhonePe, Samsung e AGPL) ancoraria o Indus OS na próxima parte de sua jornada de criação de valor. A confluência estratégica das partes e o alinhamento de longo prazo não poderiam ter sido alcançados sem o conflito inicial e a subsequente maturidade de visão e liderança de todas as partes”, disseram PhonePe, Ventureeast e Affle em uma resposta conjunta às perguntas detalhadas da ET sobre o assunto na noite de quarta-feira.

Leia também: Acordo PhonePe Indus OS: tribunal de Cingapura rejeita caso Affle na validade do EGM

A disputa foi relatada pela primeira vez pela ET em maio do ano passado, após a notícia de que a PhonePe estava nos estágios finais do fechamento da aquisição da OS Labs. Desde então, Indus OS, PhonePe e Affle levaram o assunto ao tribunal com processos um contra o outro, conforme relatado pelo ET.

A ordem datada de 22 de março também disse que a alegação de Affle de que os acionistas fornecedores do Indus OS não podem votar na AGE sobre a aquisição era “quente e fria” e era “sem mérito”. Esses acionistas fornecedores são aqueles que já venderam sua participação na empresa para a PhonePe sob um termo de compromisso que Affle está contestando.

Mesmo quando a aquisição teve problemas, a PhonePe adquiriu cerca de 26% de participação de acionistas como Omidyar Network, JSW Ventures e Micromax, que agora são chamados de ‘acionistas fornecedores’ da empresa.

FacebookTwitterLinkedin




Source link

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.