Painel de motim do Capitol vota para acusar o ex-assessor da Casa Branca Steve Bannon por desacato


Um comitê do Congresso que investiga a insurreição de 6 de janeiro no Capitólio dos Estados Unidos em Washington DC votou por unanimidade para manter o ex-assessor da Casa Branca Steve Bannon por desacato depois que ele desafiou a intimação do painel.

O aliado de longa data do ex-presidente Donald Trump desafiou uma intimação para documentos e depoimentos.

O Sr. Trump ainda está defendendo seus partidários que invadiram o Capitol naquele dia.


Apoiadores de Trump tentam quebrar uma barreira policial no Capitólio em Washington (Julio Cortez / AP)

Ele tentou agressivamente bloquear o trabalho do comitê instruindo Bannon a não responder a perguntas, ao mesmo tempo que processou o painel para tentar impedir o Congresso de obter documentos anteriores da Casa Branca.

O presidente do comitê, o democrata Bennie Thompson, disse na terça-feira que Bannon “está sozinho em seu desafio total à nossa intimação” e que o painel não aceitará um não como resposta.

Ele disse que, embora Bannon possa estar “disposto a ser um mártir da causa vergonhosa de encobrir o que aconteceu em 6 de janeiro – de demonstrar sua total lealdade ao ex-presidente”, o voto de desacato é um aviso a outras testemunhas.

O Sr. Thompson acrescentou: “Não seremos dissuadidos. Não vamos nos distrair. E não nos atrasaremos. ”



Source link

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *