Novo estudo diz que a Covid esteve nos EUA em dezembro de 2019 | Noticias do mundo


Pelo menos sete pessoas em cinco estados dos EUA foram infectadas com o coronavírus semanas antes de esses estados relatarem seus primeiros casos, mostrou um novo estudo do governo.

O desenvolvimento veio em um momento em que o número de mortos nos EUA pela pandemia Covid-19 ultrapassou 600.000, de acordo com dados da Universidade Johns Hopkins.

No estudo, os participantes que relataram anticorpos contra Sars-CoV-2 provavelmente foram expostos ao vírus pelo menos várias semanas antes de suas amostras serem coletadas, já que os anticorpos não aparecem até cerca de duas semanas após a pessoa ter sido infectada, disseram os pesquisadores. .

Os resultados baseiam-se nas conclusões de um estudo do Centro de Controle e Prevenção de Doenças que sugeriu que o vírus pode ter circulado nos EUA no final de dezembro de 2019, antes que o primeiro caso Covid-19 fosse detectado em 19 de janeiro de 2020. As amostras positivas vieram de Illinois, Massachusetts, Mississippi, Pensilvânia e Wisconsin e fizeram parte de um estudo de mais de 24.000 amostras de sangue coletadas para um programa de pesquisa do National Institutes of Health entre 2 de janeiro e 18 de março de 2020.

O chefe da OMS, Tedros Ghebreyesus, alertou na segunda-feira que a Covid-19 estava se movendo mais rápido do que as vacinas e disse que a promessa do G7 de compartilhar um bilhão de doses com as nações mais pobres simplesmente não era suficiente.

Enquanto isso, a AstraZeneca disse que seu coquetel de anticorpos foi apenas 33% eficaz na prevenção dos sintomas de Covid em pessoas expostas ao vírus, como parte de um estudo para encontrar uma maneira de combater o vírus.

No Paquistão, seguindo uma sugestão da província de Punjab, o governo Sindh anunciou que bloqueará os cartões SIM móveis de quem se recusar a tomar as vacinas Covid-19, de acordo com uma reportagem da mídia na terça-feira.



Source link

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *