Mulheres grávidas com Covid-19 apresentam riscos mais elevados: Estudo


  • A gravidez causa várias mudanças no corpo que podem tornar as mulheres vulneráveis ​​aos danos do coronavírus.

AP |

PUBLICADO EM 22 DE ABRIL DE 2021 22:54 IST

Um estudo em vários países sugere que mulheres grávidas que recebem Covid-19 têm maiores riscos de morte, internações em cuidados intensivos, parto prematuro e outras complicações.

A gravidez causa várias mudanças no corpo que podem tornar as mulheres vulneráveis ​​aos danos do coronavírus. Mulheres grávidas podem obter alguma proteção ao serem vacinadas; evidências recentes sugerem que as vacinas Moderna e Pfizer são seguras para uso na gravidez.

Os resultados foram publicados na quinta-feira no Journal of the American Medical Association Pediatrics, que ecoam estudos menores. A pesquisa envolveu mulheres em 18 países, incluindo Estados Unidos, América Central e do Sul, Europa, Ásia e África.

O estudo envolveu cerca de 700 mulheres grávidas com Covid-19 e 1.400 sem ele. Foi patrocinado por um fundo de pesquisa da Universidade de Oxford, onde trabalham os principais autores.

Na quarta-feira, os resultados preliminares de um relatório de 35.000 mulheres americanas que receberam as injeções de Moderna ou Pfizer durante a gravidez mostraram que suas taxas de aborto, partos prematuros e outras complicações foram comparáveis ​​aos observados em relatórios publicados sobre mulheres grávidas antes da pandemia.

Histórias relacionadas

O Brasil é o segundo país mais atingido em mortes relacionadas à doença coronavírus (Covid-19). (Pixabay)
O Brasil é o segundo país mais atingido em mortes relacionadas à doença coronavírus (Covid-19). (Pixabay)
  • A secretária de Atenção Básica do Ministério da Saúde do Brasil disse que as mulheres deveriam pensar em adiar a gravidez “um pouco para um horário melhor para que tenham uma gravidez mais tranquila”.
Perto


Source link

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *