McDonald’s atingido por violação de dados na Coréia do Sul e Taiwan

O McDonald’s se tornou a mais recente empresa a ser atingida por uma violação de dados depois que atividades não autorizadas em sua rede expuseram os dados pessoais de alguns clientes na Coréia do Sul e em Taiwan.

A empresa disse que rapidamente identificou e conteve o incidente e que uma investigação completa foi realizada.

“Embora tenhamos conseguido fechar o acesso rapidamente após a identificação, nossa investigação determinou que um pequeno número de arquivos foi acessado, alguns dos quais continham dados pessoais”, disse a rede de lanchonetes.

O McDonald’s disse que sua investigação determinou que apenas a Coreia do Sul e Taiwan tiveram os dados pessoais dos clientes acessados ​​e que tomaria medidas para notificar os reguladores e os clientes que podem ser afetados. Nenhuma informação de pagamento do cliente foi exposta.

O McDonald’s disse que analisará as descobertas da investigação, juntamente com informações de recursos de segurança, para identificar maneiras de aprimorar suas medidas de segurança existentes.

Empresas de vários setores estão sendo alvos de cibercriminosos, incluindo alguns casos de grande visibilidade nas últimas semanas.

Na quarta-feira, a JBS SA, maior empresa de processamento de carnes do mundo, revelou que pagou o equivalente a 11 milhões de dólares (£ 7,8 milhões) a hackers que invadiram seu sistema de computador no mês passado.

A Colonial Pipeline, que transporta cerca de metade do combustível consumido na costa leste dos Estados Unidos, pagou no mês passado um resgate de 75 bitcoin – avaliado em cerca de £ 3 milhões – na esperança de colocar seu sistema novamente online.

Na segunda-feira, o Departamento de Justiça anunciou que havia recuperado a maior parte do pagamento do resgate.


Source link

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *