Manifestantes anti-bloqueio proclamam o Dia da Liberdade na Alemanha

Manifestantes contra restrições ao coronavírus se reuniram em Berlim para uma manifestação intitulada O Fim da Pandemia – Dia da Liberdade.

Isso ocorre em meio à crescente preocupação com a recuperação das infecções na Alemanha.

Uma multidão de pessoas assobiando e aplaudindo, e com poucas máscaras à vista, marchou do Portão de Brandemburgo no sábado à frente de um comício em uma ampla avenida que atravessa o parque Tiergarten da cidade.

Uma mulher usa uma máscara de Angela Merkel com a inscrição “Bye bye democracia” (Christoph Soeder / AP) “>
Uma mulher usa uma máscara de Angela Merkel com a inscrição “Bye bye democracia” (Christoph Soeder / AP)

Os manifestantes exibiram cartazes caseiros com slogans que incluíam “Corona, alarme falso”, “Estamos sendo forçados a usar um focinho” e “Defesa natural em vez de vacinação”.

Alguns cantaram: “Estamos aqui e estamos barulhentos, porque estamos sendo roubados de nossa liberdade”.

As manifestações contra restrições neste ano atraíram uma variedade de pessoas, incluindo alguns teóricos da conspiração e populistas de direita.

Milhares marcham ao longo da Friedrichstrasse (Christoph Soeder / AP) “>
Milhares marcham ao longo da Friedrichstrasse (Christoph Soeder / AP)

Pessoas vieram de várias partes da Alemanha para o protesto de sábado.

A administração da pandemia na Alemanha tem sido amplamente vista como relativamente bem-sucedida, com uma taxa de mortalidade menor que países comparáveis.

O país vem facilitando as medidas de bloqueio desde o final de abril, mas as regras de distanciamento social permanecem em vigor, assim como a exigência de usar máscaras em transportes públicos e lojas.

Os números de infecções aumentaram nas últimas semanas e as autoridades alertaram contra a complacência.


Source link

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *