Lipídios e função física em idosos


Objetivo da revisão: O envelhecimento saudável é uma prioridade de saúde pública. A manutenção de uma função física adequada é reconhecida como um elemento chave para um envelhecimento saudável. Nos últimos anos, as evidências científicas aumentaram em relação à capacidade dos lipídios, em particular dos ácidos graxos poliinsaturados ômega 3 (PUFAs n-3), de influenciar positivamente os músculos e a função física geral em pacientes idosos. O artigo fará uma revisão crítica dos estudos observacionais e também de intervenção sobre este tópico e elucidará os mecanismos biológicos potenciais subjacentes aos efeitos benéficos do PUFA n-3 na função física.

Descobertas recentes: Estudos observacionais e ensaios clínicos realizados em pacientes idosos saudáveis ​​e em pacientes idosos com doenças crônicas encontraram principalmente efeitos positivos de PUFA n-3 no metabolismo muscular, força muscular e na função física geral.

Resumo: Embora o uso de PUFA n-3 possa representar uma intervenção importante para preservar a função física em idosos, várias questões importantes ainda precisam ser respondidas. Acima de tudo, grandes ensaios clínicos randomizados devem ser realizados para confirmar a utilidade de n-3 PUFA como agentes terapêuticos para prevenir e tratar o declínio da função física na velhice.



Source link

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.