Jovens rebeldes em aldeia holandesa atearam fogo ao centro de testes de coronavírus

Jovens rebeldes que protestavam na primeira noite do toque de recolher na Holanda incendiaram uma instalação de testes de coronavírus e atiraram fogos de artifício contra a polícia em uma vila de pescadores holandesa.

A polícia disse que multou mais de 3.600 pessoas em todo o país por violar o toque de recolher que funcionou das 21h de sábado às 4h30 de domingo, e prendeu 25 pessoas por violar o toque de recolher ou por violência.

Vídeo da vila de Urk, a 80 quilômetros a nordeste de Amsterdã, mostrou jovens invadindo a instalação de testes de coronavírus perto do porto antes de ser incendiada.

Uma rua tranquila durante o toque de recolher em Amsterdã (Peter Dejong / AP)

A polícia e o município emitiram um comunicado expressando sua indignação com os distúrbios.

“Isso não é apenas inaceitável, mas também um tapa na cara, especialmente para a equipe da autoridade de saúde local que faz tudo o que pode no centro de testes para ajudar as pessoas de Urk”, disseram as autoridades locais.

A polícia em Amsterdã também estava se preparando para outro protesto no domingo, enviando policiais a uma praça onde manifestantes entraram em confronto com a polícia há uma semana.


Source link

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *