Inundações repentinas prendem 1.000 pessoas no Parque Nacional do Vale da Morte | Noticias do mundo


Inundações repentinas no Parque Nacional do Vale da Morte, desencadeadas por fortes chuvas na sexta-feira, enterraram carros, forçaram as autoridades a fechar todas as estradas dentro e fora do parque e deixaram cerca de 1.000 pessoas presas, disseram autoridades.

O parque perto da fronteira do estado Califórnia-Nevada recebeu pelo menos 1,7 polegadas (4,3 centímetros) de chuva na área de Furnace Creek, que as autoridades do parque em um comunicado disseram representar “quase um ano inteiro de chuva em uma manhã”. A precipitação média anual do parque é de 1,9 polegadas (4,8 centímetros).

Cerca de 60 veículos foram soterrados em escombros e cerca de 500 visitantes e 500 trabalhadores do parque ficaram presos, disseram funcionários do parque. Não houve relatos imediatos de feridos e o Departamento de Transportes da Califórnia estimou que levaria de quatro a seis horas para abrir uma estrada que permitiria a saída dos visitantes do parque.

Foi o segundo grande evento de inundação no parque esta semana. Algumas estradas foram fechadas na segunda-feira depois que foram inundadas com lama e detritos de enchentes que também atingiram o oeste de Nevada e o norte do Arizona com força.

A chuva começou por volta das 2 da manhã, disse John Sirlin, fotógrafo de uma empresa de aventura sediada no Arizona que testemunhou as inundações enquanto ele estava empoleirado em uma pedra na encosta onde tentava tirar fotos de raios enquanto a tempestade se aproximava.

“Foi mais extremo do que qualquer coisa que já vi lá”, disse Sirlin, que mora em Chandler, Arizona, e visita o parque desde 2016. Ele é o guia principal do Incredible Weather Adventures e disse que começou a perseguir tempestades em Minnesota e as planícies altas na década de 1990.

“Eu nunca vi isso ao ponto em que árvores inteiras e pedregulhos estavam caindo. O barulho de algumas das rochas descendo a montanha foi simplesmente incrível”, disse ele em entrevista por telefone na tarde de sexta-feira.

“Muitas lavagens estavam fluindo a vários metros de profundidade. Há rochas de provavelmente 3 ou 4 pés cobrindo a estrada”, disse ele.

Sirlin disse que levou cerca de 6 horas para dirigir cerca de 56 quilômetros para fora do parque, perto do Inn at Death Valley.

“Houve pelo menos duas dúzias de carros que foram esmagados e presos lá”, disse ele, acrescentando que não viu ninguém ferido “ou nenhum resgate em águas altas”.

Durante as tempestades de sexta-feira, as “águas da enchente empurraram contêineres de lixo em carros estacionados, o que fez com que os carros colidissem uns com os outros. Além disso, muitas instalações foram inundadas, incluindo quartos de hotel e escritórios comerciais”, disse o comunicado do parque.

Um sistema de água que fornece água para os moradores e escritórios do parque também falhou depois que uma linha que estava sendo consertada quebrou, disse o comunicado.

Um aviso de inundação repentina para o parque e arredores expirou às 12h45 de sexta-feira, mas um aviso de inundação permaneceu em vigor até a noite, disse o Serviço Nacional de Meteorologia.



Source link

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.