Cúrcuma

Inibição da angiogênese mediada pelo fator de crescimento endotelial vascular envolvida na toxicidade reprodutiva induzida por sesquiterpenóides de Curcuma zedoaria em ratos


doi: 10.1016 / j.reprotox.2013.02.001. Epub 2013, 11 de fevereiro.

Afiliações

Item na área de transferência

Liang Zhou et al. Reprod Toxicol. Junho de 2013.

Resumo

O uso de fitoterápicos aumentou rapidamente nas últimas décadas, levando a um aumento nas preocupações com a toxicidade. Aqui, investigamos se e como o óleo essencial de Curcuma zedoaria pode induzir toxicidade reprodutiva e de desenvolvimento. A cultura de embriões inteiros em ratos revelou que o óleo essencial produziu uma toxicidade dependente da concentração ex vivo nos embriões no Dia de gestação 9.5 (GD9.5). Perda de peso, efeitos hematológicos e bioquímicos anormais em mães e embriões também foram observados em ratas grávidas GD17 administradas por via oral com 100mgkg (-1) ou 200mgkg (-1) de óleo essencial de GD7 em diante. A indução de embriotoxicidade pode estar relacionada à calcificação placentária atribuída à inibição da angiogênese mediada pelo fator de crescimento endotelial vascular (VEGF). Análises por cromatografia gasosa-espectrometria de massas demonstraram que os principais compostos tóxicos do óleo essencial são os sesquiterpenóides. Nossos resultados sugerem que a toxicidade reprodutiva de C. zedoaria pode ser causada por sesquiterpenóides no óleo essencial que bloqueia a angiogênese mediada por VEGF.

Artigos semelhantes

Citado por 2 artigos

Tipos de publicação

Termos MeSH

Substâncias

LinkOut – mais recursos

  • Fontes de Texto Completo

  • Outras fontes de literatura



Source link

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *