Forças de segurança afegãs lutam para recapturar distrito controlado pelo Taleban fora de Cabul


As forças de segurança afegãs montaram uma operação para recapturar um distrito controlado pelo Taleban fora da capital Cabul na quarta-feira, pouco antes do início de um cessar-fogo de três dias à meia-noite, disse uma autoridade local.

Os insurgentes do Taleban mataram ou capturaram alguns soldados do governo e forçaram outros a recuar depois de invadir o centro do distrito, que fica na província de Wardak, a menos de uma hora de carro de Cabul.

As forças do governo têm lutado contra a intensificação dos ataques dos insurgentes com a retirada das tropas dos EUA após duas décadas de combates no país.

O prefeito de Wardak, Zarifa Ghafari, disse que se o distrito não fosse tomado logo, os combates chegariam aos portões de Cabul em poucos dias.

O ministério da defesa disse na quarta-feira que forças especiais foram posicionadas na área para retomar o distrito depois que as tropas fizeram uma “retirada tática” na terça-feira.

Um alto funcionário do governo disse que pretendia recuperar o controle antes de um cessar-fogo de três dias anunciado pelo Taleban para o feriado religioso muçulmano de Eid, que começa na quinta-feira.

“Teremos que fazer isso hoje porque após o cessar-fogo, isso dará ao Taleban tempo suficiente para se aprofundar e complicará as operações e aumentará nossas baixas”, disse o oficial, falando sob condição de anonimato.

O governo realizou ataques aéreos no início da operação, disse o ministério da defesa.

Os insurgentes mantiveram uma forte presença em Wardak e nas proximidades da província de Logar, ao sul, ao longo dos anos. Autoridades afegãs dizem que o Taleban usou as províncias como plataformas de lançamento para ataques de atropelamento e ataques suicidas em Cabul.

O Taleban encenou uma campanha de meses para expandir sua influência em todo o país, já que os Estados Unidos começaram a retirar tropas a partir de 1º de maio e fecharam algumas bases em cumprimento a um acordo de paz que assinou com o Taleban no ano passado.

Autoridades afegãs dizem que desde que Washington anunciou planos no mês passado para retirar todas as tropas americanas até 11 de setembro, o Taleban intensificou os ataques.

Os críticos da decisão de retirada dizem que os militantes islâmicos tentarão retomar o poder.

As forças lideradas pelos EUA retiraram o Taleban do poder no final de 2001 por abrigar os militantes da Al-Qaeda envolvidos nos ataques de 11 de setembro nos Estados Unidos.



Source link

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.