Evite a politização do trabalho humanitário, diz Índia ao UNSC | Noticias do mundo


Na sexta-feira, a Índia exortou o Conselho de Segurança da ONU (CSNU) a “evitar a politização do trabalho humanitário e dos atores humanitários” em situações de conflito e não devem ser usados ​​como um estratagema para minar a integridade territorial dos países.

“Muitas vezes vimos a ajuda humanitária sendo ligada a medidas coercivas por atores externos a fim de forçar os resultados desejados por eles”, disse o segurança estrangeiro indiano Harsh Vardhan Shringla, que está em uma visita de dois dias a Nova York, durante um evento de segurança da ONU Briefing do Conselho sobre a proteção de civis em conflitos armados.

“Essas ações correm o risco de ser contraproducentes para se chegar a uma resolução do conflito em si e podem reduzir ainda mais o espaço necessário para a tão necessária ação ou assistência humanitária”, acrescentou.

Segundo relatos, 99 trabalhadores humanitários foram mortos no último ano. Estendendo as condolências da Índia a suas famílias, o secretário de Relações Exteriores pediu aos Estados membros que tomem todas as medidas mandatadas pelo Conselho de Segurança para garantir a proteção dos trabalhadores humanitários.

Para garantir a responsabilização por violações graves, Shringla disse que o órgão da ONU deve ajudar as autoridades nacionais a fortalecer suas estruturas jurídicas para a proteção de trabalhadores humanitários e também considerar a punição de violações, como ataques a equipes humanitárias e médicas.

Mas, advertiu, “tais medidas devem ter um apoio regional e internacional mais amplo, sem o qual pode haver maior deterioração da crise humanitária e redução do espaço humanitário”. Como estava acontecendo na Síria, onde, acrescentou, teve um “impacto agravante de tais medidas nas operações humanitárias no terreno”.

O secretário de Relações Exteriores continuou reiterando o compromisso da Índia de “trabalhar com a comunidade internacional para enfrentar os desafios humanitários globais de maneira eficaz e abrangente”.



Source link

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.