Em uma investida contra West, Xi alerta contra ‘mandar, intromissão’

O presidente chinês, Xi Jinping, pediu na terça-feira a rejeição dos poderes hegemônicos na governança global, dizendo que não deveria haver “chefia” e “intromissão” nos assuntos de outro país. Sua declaração foi feita em meio a tensões crescentes entre a China e os Estados Unidos sobre questões abrangentes, incluindo o papel de Pequim em Xinjiang, Taiwan e Hong Kong.

“Mandar ou interferir nos assuntos internos dos outros não teria nenhum apoio”, disse Xi, dirigindo-se ao Fórum Boao para a Ásia (BFA) anual por meio de um link de vídeo. Nas relações entre os Estados, os princípios de igualdade, respeito mútuo e confiança mútua devem ser colocados à frente e no centro, disse Xi.

Xi criticou os esforços de alguns países – sem citar nenhum – para “construir barreiras” e “desacoplar”, que, segundo ele, prejudicariam outros e não beneficiariam ninguém. “Os grandes países devem se comportar de maneira condizente com seu status e com maior senso de responsabilidade”, acrescentou Xi.

“A pandemia Covid-19 deixou ainda mais claro para as pessoas em todo o mundo que devemos rejeitar a Guerra Fria e a mentalidade de soma zero e nos opor a uma nova Guerra Fria e a um confronto ideológico sob quaisquer formas”, disse ele.

Leia também: ‘J&J jab, coágulos ligados’

Apesar de haver um terreno comum na luta contra a crise climática, o presidente dos EUA, Joe Biden, tem trabalhado na união de aliados como o Reino Unido, a UE e o Japão no combate à China.

No mês passado, Biden realizou a primeira cúpula do Quad, formada por EUA, Índia, Austrália e Japão.

Marcando o 20º aniversário do BFA, referido como a resposta da Ásia ao Fórum Econômico Mundial em Davos, a conferência anual deste ano tem como tema “Um Mundo em Mudança: Junte as Mãos para Fortalecer a Governança Global e Avançar o Cinto e a Cooperação Rodoviária”.

O presidente chinês também disse que seu país não tem planos de entrar em uma corrida armamentista.


Source link

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *