Em meio a rumores de morte, o cofundador do Talibã, Abdul Ghani Baradar, diz ‘vivo e bem’ | Noticias do mundo


O co-fundador do Taleban, Mullah Abdul Ghani Baradar, divulgou na segunda-feira uma mensagem de áudio em meio a rumores de que ele havia morrido em uma luta pelo poder com o líder da Rede Haqqani, Anas Haqqani. No áudio, Barabar é ouvido dizendo que está “vivo e bem” e descartou os relatos de qualquer morte ou ferimento como “propaganda falsa”.

Nos últimos dois dias, a mídia social ficou frenética com relatos de que Barabar, nomeado deputado do mulá Mohammed Hassan Akhund, foi mortalmente ferido em um tiroteio entre facções rivais do Taleban no palácio presidencial. “Nas últimas noites, estive viajando. Onde quer que eu esteja no momento, estamos todos bem, todos meus irmãos e amigos”, foi ouvido ele dizendo no áudio.

“A mídia sempre publica propaganda falsa. Portanto, rejeite corajosamente todas essas mentiras e eu 100 por cento confirmo para você que não há problema e não temos problema”, disse Barabar.

O HT não pôde verificar de forma independente a autenticidade do clipe de áudio viral.

De acordo com vários relatos da mídia, o tiroteio foi ouvido em Cabul na noite de sexta-feira foi na verdade uma luta pelo poder entre dois líderes do Taleban – o co-fundador do grupo Mullah Abdul Ghani Baradar e o líder talibã afegão Haqqani. O incidente teria ocorrido devido a um suposto desacordo entre os líderes do Taleban sobre como resolver a situação em Panjshir, o último reduto das forças de resistência.

A Frente de Resistência Nacional (NRF) do Afeganistão tem travado uma dura luta contra o Taleban, que quer assumir o controle do último bastião do país, que agora está sob seu domínio.

Também houve rumores de que o líder supremo do Taleban, Hibatullah Akhundzada, havia morrido por vários anos antes de o porta-voz do grupo dizer que ele estava “presente em Kandahar” duas semanas depois de assumir o poder.

Em 7 de setembro, o Taleban revelou seu gabinete enquanto o grupo anunciava formalmente seu governo após assumir o Afeganistão em uma ofensiva relâmpago no mês passado. O governo “atuante” será liderado pelo mulá Mohammad Hassan, o pouco conhecido chefe do conselho de liderança do Taleban, anunciou o porta-voz Zabihullah Mujahid em uma entrevista coletiva em Cabul. Abdul Ghani Baradar, o rosto do grupo islâmico, foi nomeado seu vice.

As nomeações também incluíram Khairullah Khairkhwa, que atuará como ministro da Informação do país, Mullah Yaqoob como ministro da Defesa e Amir Mutaqqi como ministro das Relações Exteriores.

Não houve evidência de não-talibãs no line-up, o que tem sido uma grande demanda da comunidade internacional. O grupo também não fez menção às mulheres como parte de qualquer estrutura de governança.



Source link

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *