Em meio a ‘êxodo em massa’, estudantes russos são presos e forçados a se alistar | Noticias do mundo


Como Presidente russo Vladimir PutinO decreto de Moscovo sobre a mobilização parcial das forças do país em meio à invasão da Ucrânia por Moscou entra em vigor, relatos de vários estudantes sendo levados para escritórios de alistamento surgiu nas redes sociais.

Vladimir Putin ordenou na quarta-feira o primeiro mobilização desde a Segunda Guerra Mundial em meio à guerra na Ucrânia, que começou há quase sete meses em fevereiro. A Rússia, que vacilou no campo de batalha, começou a reunir homens para serem convocados para a guerra na Ucrânia, sugeriram relatórios.

o mobilização atrairá 300.000 reservistas e incluirá homens e mulheres com idades entre 18 e 60 anos.

O anúncio provocou pânico entre os russos, já que os voos de ida da Rússia estavam esgotando rapidamente desde quarta-feira, com alguns supostamente cheios nos próximos dias. Protestos também eclodiram em russo cidades após o anúncio de Putin com mais de 1.300 pessoas presas. Os detidos do protesto foram ordenados a se apresentarem aos escritórios de alistamento, informou a Reuters.

Emitindo um esclarecimento, a Rússia disse que os relatos de um êxodo em massa foram exagerados.

  • SOBRE O AUTOR

    Quando não está lendo, esse ex-aluno de literatura pode ser encontrado em busca de uma resposta para a pergunta: “Qual é o propósito do jornalismo na sociedade?”



Source link

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.