Dois mortos após homem esfaquear passageiros em trem na Alemanha


Um homem armado com uma faca descrito como um palestino apátrida esfaqueou dois passageiros e feriu outros sete em um trem no norte da Alemanha antes de ser agarrado por membros do público e preso pela polícia, disseram autoridades.

O motivo do ataque não foi imediatamente conhecido.

A Polícia Federal da Alemanha disse que o suspeito usou uma faca para atacar vários passageiros pouco antes de um trem regional que viajava de Kiel para Hamburgo chegar à estação de Brokstedt.

O porta-voz da polícia Juergen Henningsen, da cidade vizinha de Flensburg, disse que duas das pessoas esfaqueadas morreram após o ataque.

Equipe forense em uma plataforma perto de um trem regional, com policiais do lado oposto, na estação de Brokstedt, na Alemanha (Jonas Walzberg/dpa via AP)

Três ficaram gravemente feridos e outros quatro sofreram ferimentos leves.

Não foram repassados ​​detalhes sobre a identidade das vítimas.

O agressor também foi ferido e levado para o hospital, disse a polícia.

A ministra do Interior alemã, Nancy Faeser, expressou choque com o ataque brutal.

“O ataque com faca em um trem regional é uma notícia chocante. Todos os nossos pensamentos estão com as vítimas deste ato terrível e suas famílias”, disse ela.

“Os antecedentes do crime agora estão sendo investigados a toda velocidade”, acrescentou Faeser.

Equipes policiais e forenses trabalham em uma passagem de nível perto da estação de Brokstedt, na Alemanha (Jonas Walzberg/dpa via AP)

“Gostaria de agradecer sinceramente à polícia e às equipes de resgate que responderam.”

As autoridades disseram que foram alertadas sobre o incidente pouco antes das 15h, horário local, quando vários passageiros do trem fizeram ligações de emergência para a polícia.

A polícia disse que o trem foi parado e o agressor foi detido do lado de fora do trem depois que várias testemunhas o seguraram até que os policiais chegaram para detê-lo.

A ministra do Interior do estado de Schleswig-Holstein, Sabine Suetterlin-Waack, condenou o ataque.

“É terrível”, disse Suetterlin-Waack à emissora pública alemã NDR.

“Estamos chocados e horrorizados que algo assim tenha acontecido.”

Policiais montam guarda enquanto serviços de emergência trabalham na estação de Brokstedt, na Alemanha (Jonas Walzberg/dpa via AP)

Mais tarde, ela disse ao dpa que o agressor era um palestino apátrida de 33 anos.

A Polícia Regional e a Polícia Federal estiveram no local e o Ministério Público está investigando o ataque, informou o NDR.

A estação de trem em Brokstedt foi fechada por várias horas e o tráfego de trens foi atrasado no norte da Alemanha.

A operadora ferroviária Deutsche Bahn expressou suas condolências na noite de quarta-feira, dizendo que “nossa mais profunda solidariedade aos parentes das vítimas. Desejamos aos feridos uma rápida e completa recuperação”.



Source link

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *