Conselho Mundial de Igrejas manifesta consternação com a decisão de Hagia Sophia

O Conselho Mundial de Igrejas escreveu ao presidente da Turquia expressando “pesar e consternação” sobre a decisão de mudar o status da histórica Hagia Sophia de Istambul de um museu para uma mesquita.

O secretário geral interino do conselho, Ioan Sauca, escreveu que, como um museu do Patrimônio Mundial, “Hagia Sophia tem sido um lugar de abertura, encontro e inspiração para pessoas de todas as nações”.

A colossal Hagia Sophia foi construída 1.500 anos atrás como uma catedral cristã ortodoxa e foi convertida em uma mesquita depois que os otomanos conquistaram Constantinopla, hoje Istambul, em 1453.

O governo turco secular decidiu em 1934 torná-lo um museu.

Sauca disse que o status do museu era “uma expressão poderosa” do compromisso da Turquia com a inclusão e o secularismo.

O presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, formalmente converteu o prédio em uma mesquita e o declarou aberto ao culto muçulmano, horas depois que um tribunal superior anulou a decisão de 1934 de transformá-lo em um museu.

Erdogan, um muçulmano devoto, freqüentemente usa o debate sobre Hagia Sophia para angariar apoio ao seu partido de raiz islâmica.

A decisão provocou profundo desânimo entre os cristãos ortodoxos.


Source link

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *