Como tentar com segurança, riscos e efeitos colaterais

O branqueamento é um método de clarear a cor do cabelo. Por meio de uma reação química, um clareador interage com o pigmento (melanina) do cabelo, removendo a cor.

Os produtos usados ​​para o branqueamento podem conter vários produtos químicos agressivos. O peróxido de hidrogênio costuma ser um deles. Os efeitos do clareamento geralmente levam a cabelos menos elásticos e mais propensos a quebrar.

O clareamento do couro cabeludo envolve a aplicação do produto clareador diretamente no couro cabeludo, em vez de apenas no cabelo. Quando feito de maneira incorreta, pode causar efeitos colaterais, como irritação no couro cabeludo e queimaduras químicas.

Continue lendo para aprender mais sobre o clareamento do couro cabeludo, seus riscos potenciais e como fazê-lo com segurança.

Clareamento no couro cabeludo vs. clareamento fora do couro cabeludo

Você pode ter ouvido falar de clareamento no couro cabeludo e fora dele. O que esses dois termos significam?

Alvejante no couro cabeludo é usado para descolorir o cabelo até a superfície do couro cabeludo. Ele pode ser usado se você estiver tentando colorir todo o cabelo ou retocar as raízes. Por tocar na pele, normalmente não é tão forte quanto o alvejante fora do couro cabeludo.

O alvejante extraído do couro cabeludo não entra em contato com o couro cabeludo. Geralmente é usado para aplicações como adicionar destaques. Como não toca seu couro cabeludo, o alvejante fora do couro cabeludo costuma ser uma formulação mais forte.

Agora vamos dar uma olhada em como tentar o clareamento do couro cabeludo com segurança. Abaixo, discutiremos o clareamento do couro cabeludo em um salão de cabeleireiro e em casa.

Clareamento de couro cabeludo em salão de beleza

Se desejar que o clareamento do couro cabeludo seja feito em um salão de beleza, você pode fazer o seguinte para ajudar a garantir que seja feito com segurança:

  • Obtenha recomendações. Se você tem um amigo ou membro da família que teve o cabelo descolorido, pergunte a ele sobre sua experiência e se ele tem um salão específico ou recomendação de estilista.
  • Escolha a experiência. Ao selecionar um estilista, procure encontrar um que tenha muita experiência em colorir cabelos. Alguns tipos de estilistas, chamados coloristas, são especializados em coloração de cabelo.
  • Verifique a certificação. Certifique-se de que seu estilista seja certificado pelo conselho de cosmetologia do seu estado. Uma certificação indica que um estilista foi treinado para prestar seus serviços com segurança.
  • Considere as revisões. Depois de ter um salão em mente, pode ser útil verificar as avaliações online. Fique atento às reclamações sobre os efeitos colaterais dos tratamentos capilares.
  • Pergunte. Se você tiver dúvidas ou preocupações sobre o clareamento do couro cabeludo, ligue para o salão para discuti-las. Também pode ser útil agendar uma consulta com um estilista antes de marcar sua consulta de clareamento.

Branqueamento de couro cabeludo em casa

Ao clarear o couro cabeludo em casa, siga as dicas abaixo para ajudar a prevenir efeitos colaterais como irritação ou queimaduras:

  • Seja gentil com seu couro cabeludo. Verifique o rótulo do produto para se certificar de que é seguro para uso no couro cabeludo. Além disso, evite o clareamento se seu couro cabeludo já estiver irritado, queimado de sol ou ferido.
  • Siga as instruções do produto. Leia atentamente as instruções antecipadamente, prestando atenção ao texto que diz “Aviso” ou “Cuidado”. Siga as instruções durante o branqueamento e nunca misture produtos diferentes.
  • Use luvas. Os produtos usados ​​para o clareamento podem ser agressivos para a pele, portanto, use um par de luvas durante a mistura, aplicação e enxágue.
  • Tenha um cronômetro em mãos. Depois de aplicar o produto, defina um cronômetro para saber quando ele precisa ser removido. Os produtos clareadores podem causar queimaduras se permanecerem no couro cabeludo por muito tempo.
  • Enxágüe bem. Depois que o cronômetro desligar, certifique-se de enxaguar abundantemente com água.
  • Não descolorir sobrancelhas e cílios. Pode ser tentador fazer com que suas sobrancelhas e cílios combinem com o cabelo recém-descolorido. No entanto, o clareamento dessas áreas aumenta o risco de o produto entrar em contato com seus olhos.

Seja no salão ou em casa

Independentemente de você estar clareando o cabelo em um salão de beleza ou em casa, lembre-se de:

  • Ponha um tempo entre os retoques. Cabelo que foi branqueado eventualmente precisará ser retocado. Tente estender o tempo entre os retoques. Isso é particularmente importante quando o ar está seco.
  • Tenha apenas um serviço de cada vez. Combinar vários serviços em uma única sessão pode causar mais danos ao cabelo. Por exemplo, não aplique permanente e pinte o cabelo ao mesmo tempo.
  • Doença. O clareamento pode danificar seu cabelo. O condicionamento pode ajudar a manter o cabelo descolorido liso e flexível. Certifique-se de sempre aplicar condicionador no cabelo após a lavagem.

O clareamento do couro cabeludo acarreta alguns riscos potenciais, principalmente quando feito de maneira incorreta. Vamos revisar cada um deles abaixo.

Queimadura de água sanitária no couro cabeludo

Os produtos de branqueamento contêm produtos químicos agressivos, como peróxido de hidrogênio, persulfatos e agentes alcalinizantes. Por causa disso, é possível que o clareamento cause queimaduras químicas no couro cabeludo.

Essas queimaduras muitas vezes podem ser superficiais, o que significa que estão localizadas perto da superfície da pele. No entanto, em alguns casos, podem ocorrer queimaduras químicas profundas. Esses tipos de queimaduras podem exigir hospitalização.

É mais provável que ocorram queimaduras após exposição prolongada a produtos clareadores. É por isso que é tão importante certificar-se de que o produto não permaneça no couro cabeludo por mais tempo do que o necessário.

Se você tiver uma queimadura química no couro cabeludo, pode notar:

Coceira, couro cabeludo escamoso após descolorir o cabelo

Também é possível que os produtos químicos em produtos clareadores possam causar irritação do couro cabeludo na forma de dermatite de contato. Se isso acontecer, você pode notar os seguintes sintomas do couro cabeludo após o clareamento:

  • coceira
  • vermelhidão ou inchaço da pele
  • manchas de pele que parecem escamosas ou escamosas
  • sensação de queimação ou ardência
  • bolhas, que podem secar, escorrer ou formar crosta

Esses tipos de reações podem acontecer rapidamente, geralmente dentro de minutos a horas após a exposição a um irritante.

Se você experimentar uma queimadura química no couro cabeludo, faça as três coisas a seguir o mais rápido possível:

  1. Enxágue imediatamente o produto do couro cabeludo com água. Use luvas para proteger suas mãos.
  2. Continue lavando a área afetada com água fria corrente por pelo menos 10 minutos. Permita que a água escorra livremente do couro cabeludo sem acumular.
  3. Evite esfregar, coçar ou limpar o couro cabeludo.

Pequenas queimaduras químicas podem ser tratadas em casa:

  • Use uma compressa fria. Aplicar uma compressa fria na área afetada pode ajudar a aliviar a dor e o inchaço.
  • Tome analgésicos de venda livre (OTC). Isso também pode ajudar a aliviar a dor e o inchaço. Os exemplos incluem ibuprofeno (Motrin, Advil), naproxeno (Aleve) e acetaminofeno (Tylenol).
  • Mantenha a área afetada limpa. Certifique-se de manter o couro cabeludo limpo e esteja atento a sinais de infecção. Se for necessário tocar na área queimada, faça-o apenas com as mãos limpas.

Quando procurar atendimento de emergência

Procure atendimento de emergência para queimaduras químicas no couro cabeludo que:

  • parece profundo
  • são grandes, cobrindo uma área maior que 3 polegadas de tamanho
  • também afetam seu rosto ou olhos
  • mostrar sinais de infecção

No hospital, a equipe pode ajudar a limpar e tratar adequadamente uma queimadura química grave ou infectada. Em alguns casos, enxertos de pele podem ser necessários para reparar queimaduras graves.

Se seu couro cabeludo ficar irritado, com coceira ou descamação devido ao clareamento do couro cabeludo, você pode fazer o seguinte em casa para ajudar a aliviar esses sintomas:

  • Enxágüe. Remova o produto clareador do couro cabeludo enxaguando-o com água. Certifique-se de usar luvas para proteger as mãos.
  • Não risque. Coçar uma área que coça ou irrita pode causar fissuras na pele, o que pode aumentar o risco de infecção.
  • Aplique uma compressa fria. Usar uma compressa fria pode ajudar a acalmar a pele irritada. Ficar no chuveiro e deixar correr água fria pelo couro cabeludo também pode ajudar.
  • Hidratar. Hidratar o couro cabeludo pode ajudar com coceira e descamação. Existem muitos tipos de produtos hidratantes disponíveis. Além disso, existem alguns remédios caseiros que você também pode usar.
  • Use um shampoo suave. Enquanto estiver se recuperando, escolha um xampu suave que seja menos provável de causar irritação no couro cabeludo.
  • Experimente medicamentos OTC. Se seu couro cabeludo coça muito, tente tomar um anti-histamínico de venda livre, como o Benadryl. Além disso, a aplicação de um creme de corticosteróide OTC pode ajudar a aliviar a inflamação.

É uma boa ideia consultar um médico se os seus sintomas:

  • são severos
  • afetam uma grande área do seu couro cabeludo
  • não vá embora ou comece a piorar com cuidados em casa
  • indicam uma infecção bacteriana, como febre e bolhas que exsudam pus

O médico pode prescrever um corticosteroide tópico ou oral para ajudar a aliviar os sintomas. Se houver infecção, eles prescreverão um tratamento com antibióticos.

Se você tiver dúvidas sobre o uso de tintura ou descolorante de cabelo, existem alguns outros métodos que você pode tentar em casa para ajudar a clarear o cabelo.

É importante observar que o efeito geral desses métodos pode depender da cor e da textura do cabelo. Por causa disso, você pode tentar testá-los em uma pequena área antes de usá-los para grandes aplicações.

Suco de limão

Combine o suco de limão e água em um borrifador. Borrife em seu cabelo até que esteja molhado. Deixe o cabelo secar naturalmente, de preferência ao sol. O ácido do suco de limão pode ser prejudicial, portanto, certifique-se de lavar e condicionar o cabelo depois.

Nota: este método pode ser melhor para cabelos que já são naturalmente loiros escuros ou castanhos claros. Usá-lo em cores de cabelo mais escuras pode fazer com que seu cabelo pareça acinzentado ou laranja.

Vinagre de maçã

Combine 1/4 xícara de vinagre de maçã e 1 xícara de água em um borrifador. Passe o spray no cabelo até que fique molhado, não deixando passar mais de 30 minutos. Enxágüe bem.

Chá de camomila

Para experimentar este método, prepare uma grande quantidade de chá de camomila. Quando esfriar o suficiente, transfira o chá para um borrifador.

Borrife o chá no cabelo, deixando-o saturar. Após cerca de 30 minutos, lave e condicione o cabelo.

Mel

Existem várias maneiras de usar mel para clarear o cabelo. Este é um dos mais simples.

Adicione uma a duas colheres de sopa de mel em um copo de água morna, mexendo bem. Aplique a mistura no cabelo, deixando-o assentar por cerca de uma hora. Em seguida, enxágue-o do cabelo.

Canela

Pegue cerca de meia xícara de seu condicionador de cabelo normal, adicionando canela em pó até que uma pasta espessa se forme. Aplique esta pasta no cabelo, deixando-a assentar por até 4 horas. Depois, lave a pasta do cabelo.

O clareamento do couro cabeludo envolve deixar o clareador de cabelo assentar diretamente no couro cabeludo. Geralmente é usado para clarear todo o seu cabelo ou retocar as raízes.

É importante certificar-se de que o clareamento do couro cabeludo seja feito de maneira adequada. Caso contrário, você pode experimentar efeitos colaterais potencialmente graves, como irritação no couro cabeludo ou queimaduras químicas.

Às vezes, os efeitos colaterais do clareamento do couro cabeludo podem ser tratados em casa. Em outros casos, eles podem exigir atenção médica. Procure atendimento imediato para qualquer queimadura grave, que cubra uma grande área ou pareça infectada.


Source link

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *