China aperta os parafusos do Alibaba e cobra multa de US $ 2,78 bilhões por abuso de mercado


A multa, a maior multa antimonopólio já estendida pelas autoridades chinesas, foi imposta depois que uma investigação revelou um “acordo de negociação exclusiva” que violava as leis de monopólio chinesas.

Por Sutirtho Patranobis, Hindustan Times, Pequim

PUBLICADO EM 11 DE ABR DE 2021 05h29 IST

Os reguladores chineses atingiram o gigante do comércio eletrônico Alibaba com uma multa recorde de 18,23 bilhões de yuans (US $ 2,78 bilhões) por violar as leis antimonopólio, foi anunciado no sábado.

A multa, a maior multa antimonopólio já estendida pelas autoridades chinesas, foi imposta depois que uma investigação revelou um “acordo de negociação exclusiva” que violava as leis de monopólio chinesas. A multa é igual a 4% das vendas do Alibaba em 2019, disse a agência de notícias Xinhua em um relatório no sábado.

A declaração com palavras fortes disse que a empresa “abusou” de sua posição dominante no mercado desde 2015.

Fundado pelo empresário mais famoso da China, Jack Ma, que já foi um professor que se tornou multibilionário, o Alibaba é possivelmente a maior empresa de comércio eletrônico do mundo, com centenas de milhões de usuários e bilhões de dólares em faturamento. Segundo a Bloomberg, é a “corporação mais valiosa” da Ásia.

Perto


Source link

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.