Centenas de pessoas ficam doentes e pelo menos cinco morrem após vazamento em fábrica de produtos químicos na Índia

Pelo menos cinco pessoas foram mortas e quase mil ficaram feridas depois que um gás químico vazou de uma planta industrial indiana.

Autoridades disseram que uma menina de oito anos estava entre os mortos, enquanto várias pessoas desmaiaram na estrada e foram levadas para o hospital em Vishakhapatnam, uma cidade no estado de Andhra Pradesh.

O estireno químico sintético vazou da planta da empresa LG Polymers, disse o administrador Vinay Chand.

Os feridos eram de uma área de 2,8 quilômetros ao redor da fábrica, com queixas, incluindo dificuldades respiratórias e sensação de queimação nos olhos.

As pessoas se sentiam sem ar em suas casas e tentavam fugir. Escuridão adicionada à confusão

Uma testemunha ocular disse que houve um pânico total quando uma névoa como gás envolveu a área.

“As pessoas se sentiam sem ar em suas casas e tentavam fugir. A escuridão aumentou a confusão – ele disse.

Imagens de televisão mostraram várias pessoas deitadas em uma rua enquanto desabavam enquanto tentavam fugir da área.

Srijana Gummala, o comissário municipal local, disse que a água está sendo pulverizada na área para minimizar o impacto do gás.

“Através do sistema de endereços públicos, as pessoas estão sendo solicitadas a usar máscaras molhadas”, disse ele.

Chand disse que o gás vazou após um incêndio na fábrica onde os trabalhadores estavam se preparando para reiniciar a fábrica após um fechamento devido a um bloqueio na Índia imposto em 25 de março para controlar a propagação do coronavírus.

O governo anunciou recentemente a flexibilização do bloqueio, permitindo a reabertura de lojas e unidades de fabricação do bairro para retomar a atividade econômica.

Até agora, a Índia registrou quase 50.000 casos de vírus, com 14.183 recuperados e 1.694 mortes


Source link

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *