Causas, diagnóstico e opções de tratamento


Se você tem dor no calcanhar, sua primeira reação pode ser pensar que você tem uma condição que normalmente afeta essa área do corpo, como fasceíte plantar. Outra possibilidade é gota.

Embora a dor da gota ocorra mais comumente no dedão do pé, ela também pode estar localizada em outras áreas, incluindo o calcanhar.

A gota é um tipo de artrite inflamatória causada por altos níveis de ácido úrico no corpo. Esse excesso de ácido úrico pode formar uma substância chamada cristais de urato.

Quando esses cristais afetam uma articulação, como o calcanhar, podem resultar em sintomas súbitos e graves, incluindo:

  • dor
  • inchaço
  • ternura
  • vermelhidão

Sentir uma dor súbita e intensa no calcanhar geralmente merece uma visita ao seu médico.

Se o seu médico suspeitar que a gota é a causa do desconforto, ele pode executar um ou mais testes para confirmar ou eliminar a gota como o problema, como o seguinte:

Teste de sangue

Para medir os níveis de ácido úrico e creatinina no sangue, seu médico pode recomendar um Teste de sangue.

Um exame de sangue pode retornar resultados enganosos, pois algumas pessoas com gota não apresentam níveis incomuns de ácido úrico. Outros têm altos níveis de ácido úrico, mas não apresentam sintomas de gota.

Raio X

O seu médico pode recomendar um Raio X, não necessariamente para confirmar a gota, mas para ajudar a descartar outras causas de inflamação.

Ultrassom

Um músculo-esquelético ultrassom pode detectar cristais de urato e tophi (ácido úrico cristalino nodular). De acordo com clínica Mayo, esse teste é usado mais amplamente na Europa do que nos Estados Unidos.

Tomografia computadorizada de dupla energia

Essa varredura de imagem pode detectar cristais de urato, mesmo quando a inflamação não está presente. Como este teste é caro e não está amplamente disponível, seu médico pode não sugerir isso como uma ferramenta de diagnóstico.

Não há cura para a gota, mas estão disponíveis tratamentos para limitar ataques e controlar sintomas dolorosos.

Se o seu médico diagnosticar gota, provavelmente sugerirá medicação e certas mudanças no estilo de vida com base nas descobertas dos testes e na sua saúde atual.

Certos medicamentos tratam ataques de gota ou crises. Outros reduzem o risco de possíveis complicações da gota.

Medicamentos para ataques de gota

Para tratar ataques de gota e prevenir futuros, o seu médico pode recomendar estes medicamentos:

Anti-inflamatórios não esteróides (AINEs)

Inicialmente, seu médico pode sugerir AINEs vendidos sem receita (OTC), como naproxeno de sódio (Aleve) ou ibuprofeno (Advil).

Se esses medicamentos de venda livre não forem suficientes, seu médico poderá prescrever AINEs mais poderosos, como celecoxib (Celebrex) ou indometacina (Indocina).

Colchicina

Colchicina (Mitigare, Colcrys) é um medicamento que seu médico pode prescrever com base em sua eficácia comprovada na redução da dor da gota no calcanhar.

Os efeitos colaterais de tomar colchicina, especialmente em grandes doses, podem incluir diarréia, náuseae vômito.

Corticosteróides

Se AINEs ou colchicina não forem adequados para você, seu médico poderá recomendar medicações corticosteróides, em forma de pílula ou por injeção, para controlar a inflamação e a dor.

Um exemplo desse tipo de medicamento é prednisona.

Medicamentos para prevenir complicações da gota

O seu médico pode recomendar medicamentos para limitar complicações relacionadas à gota, especialmente se alguma das seguintes situações se aplicar à sua situação:

Esses medicamentos funcionam de uma das seguintes maneiras:

  • Alguns bloquear a produção de ácido úrico. Exemplos incluem inibidores da xantina oxidase (XOIs), como febuxostat (Ulorico) e alopurinol (Lopurin).
  • Outras melhorar a remoção de ácido úrico. Uricosúricos, incluindo lesinurad (Zurampic) e probenecid (Probalan), funcionam dessa maneira.

Mudancas de estilo de vida

Além de tomar medicação, seu médico pode recomendar alterações no estilo de vida para ajudar a prevenir surtos de gota, incluindo:



Source link

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.