Casos de coronavírus global no topo dos 25 milhões

O número de casos confirmados de coronavírus em todo o mundo ultrapassou os 25 milhões, de acordo com um registro mantido pela Universidade Johns Hopkins.

Os Estados Unidos lideram a contagem com 5,9 milhões de casos, seguidos do Brasil com 3,8 milhões e da Índia com 3,5 milhões.

Acredita-se que o número real de pessoas infectadas pelo vírus em todo o mundo seja muito maior – talvez 10 vezes maior nos EUA, de acordo com os Centros para Controle e Prevenção de Doenças – dadas as limitações dos testes e os muitos casos leves que não foram relatados ou não reconhecido.

As mortes globais por Covid-19 chegam a mais de 842.000, com os EUA tendo o número mais alto com 182.779, seguido pelo Brasil com 120.262 e México com 63.819.

<figcaption class=Um trabalhador de saúde durante um test drive de porta em porta em Gauhati, Índia (Anupam Nath / AP) “>
Um trabalhador de saúde durante um test drive de porta em porta em Gauhati, Índia (Anupam Nath / AP)

Os números vêm enquanto a Índia registra um recorde de 78.761 novos casos de coronavírus nas últimas 24 horas, o pior pico em um único dia no mundo.

O Ministério da Saúde também registrou 948 mortes nas últimas 24 horas, elevando o total de mortes para 63.498.

O surto de domingo elevou a contagem total de vírus do país para mais de 3,5 milhões e chega em um momento em que a Índia está reabrindo suas redes de metrô e permitindo esportes e eventos religiosos de forma limitada a partir do próximo mês, como parte dos esforços para reanimar a economia.

O metrô lotado, uma tábua de salvação para milhões de pessoas na capital Nova Delhi, será reaberto em etapas a partir de 7 de setembro.

Escolas e faculdades, no entanto, permanecerão fechadas até o final de setembro.

<figcaption class=Pessoas usando máscaras no parque Retiro em Madrid, Espanha (Bernat Armangue / AP) “>
Pessoas usando máscaras no parque Retiro em Madrid, Espanha (Bernat Armangue / AP)

O país do sul da Ásia tem o terceiro maior número de casos, depois dos Estados Unidos e do Brasil, e suas fatalidades são o quarto maior.

Mesmo com oito estados indianos permanecendo entre as regiões mais afetadas e contribuindo com quase 73% do total de infecções, o vírus agora está se espalhando rapidamente no vasto interior, com especialistas alertando que o mês de setembro pode ser o mais desafiador.


Source link

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *