Bombeiro dos EUA chamado para incêndio em casa teme que 10 de seus parentes tenham morrido


Um bombeiro voluntário que respondeu a um incêndio na Pensilvânia disse temer que todas as 10 vítimas sejam membros de sua família.

O bombeiro de Nescopeck, Harold Baker, disse a um jornal local que as vítimas esperadas para serem encontradas na casa incluem seu filho, filha, sogro, cunhado, cunhada, três netos e outros dois parentes.

O incêndio em Nescopeck foi relatado por volta das 2h30. Uma pessoa foi encontrada morta dentro da casa unifamiliar logo após a chegada das equipes de emergência, enquanto outras duas vítimas foram encontradas no final da manhã. Uma investigação criminal foi aberta.

As crianças mortas tinham cinco, seis e sete anos, enquanto a vítima mais velha tinha 70 anos.


Teme-se que dez pessoas tenham morrido (Jimmy May/Bloomsburg Press Enterprise/AP)

Baker disse que o endereço inicialmente dado para a ligação era de uma casa vizinha, mas percebeu que era a casa de sua família quando o carro de bombeiros se aproximou.

“Quando viramos a esquina aqui na Dewey (Rua), eu soube imediatamente que casa era só de olhar para a rua”, disse Baker ao Citizens’ Voice. “Eu estava no primeiro motor e, quando paramos, todo o lugar estava totalmente envolvido. Tentamos entrar neles.”

Vizinhos relataram ter ouvido um estalo alto ou explosão antes de ver a varanda da frente da casa rapidamente consumida pelas chamas. Alguns também relataram ter ouvido um jovem gritando em frente à casa: “Estão todos mortos”.

Baker, que foi dispensado de suas funções de combate a incêndios por causa de seu relacionamento com as vítimas, disse que 14 pessoas moravam na casa. Um deles estava entregando jornais e outros três escaparam, disse ele.

“É uma investigação criminal complexa com múltiplas mortes”, disse o porta-voz da Polícia Estadual da Pensilvânia, Derek Felsman. Os soldados estavam entrevistando os sobreviventes, disse ele.



Source link

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.