‘Baked Alaska’ é preso em tumulto no Capitólio

A personalidade da mídia de extrema direita Tim Gionet, que atende pelo apelido de “Baked Alaska”, foi presa na sexta-feira pelo Federal Bureau of Investigation em Houston, Texas, de acordo com documentos que a agência postou online e acusada de participar do tumulto violento em Capitol Hill em 6 de janeiro.

De acordo com uma declaração juramentada feita por um agente do FBI, Gionet transmitiu ao vivo um vídeo de 27 minutos do Capitol usando um serviço chamado “DLive”.

Gionet não fez muito para esconder sua identidade, de acordo com o comunicado, que notou que ele “virou o telefone para mostrar o rosto e é claramente identificável”.

A declaração cita outros comentários incendiários de Gionet no vídeo, incluindo, “Estamos no edifício do Capitólio. 1776 começará novamente” e “America First is inevitable”.

O caso não consta do banco de dados público dos tribunais federais e nenhum advogado foi identificado.

Gionet, 33, lançou sua carreira no BuzzFeed em 2015, mas logo saiu depois de virar para a direita.


Source link

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *