Ataque cibernético “massivo” fecha sites do governo ucraniano


Ataque cibernético em massa fecha sites do governo ucraniano
Patrocinado pelo Estado hackers ter atingido Ucrânia com um ‘ataque cibernético maciço, fechando vários sites do governo em meio a uma tensão aumentada com Rússia.

A Sky News informou na sexta-feira que a interrupção ocorreu em um momento de extrema tensão com a Rússia, que teria reunido cerca de 100.000 soldados na fronteira da Ucrânia.


“Como resultado de um ataque cibernético maciço, os sites do Ministério das Relações Exteriores e várias outras agências governamentais estão temporariamente fora do ar”, disse o Ministério das Relações Exteriores em Kiev.

“É muito cedo para tirar conclusões, mas há um longo histórico de ataques russos contra a Ucrânia”, disse um porta-voz do Ministério das Relações Exteriores.

Sites do Itamaraty, do Conselho de Segurança e Defesa Nacional e do Gabinete de Ministros do governo estão entre os afetados.

Em alguns dos sites, um texto em três idiomas – ucraniano, polonês e russo – dizia que todos os dados de ucranianos enviados à rede se tornaram públicos.

A Rússia tem sido repetidamente acusada de ataques cibernéticos contra a Ucrânia.

O ataque a sites do governo ucraniano ocorreu quando as negociações entre representantes da Organização do Tratado do Atlântico Norte (OTAN) e a Rússia foram concluídas sem um resultado claro, com o secretário-geral da OTAN, Jens Stoltenberg, descrevendo as diferenças entre os dois lados como “significativas” e “não serão fácil de superar”.

Alexander Lukashevich, representante permanente da Rússia na Organização para a Segurança e Cooperação na Europa (OSCE), disse após as negociações que Moscou estava decepcionada com a resposta do Ocidente às suas propostas sobre a Ucrânia e a segurança europeia.

Stoltenberg também alertou a Rússia que uma nova agressão militar contra a Ucrânia teria um “alto preço político e econômico”.

o FacebookTwitterLinkedin




Source link

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.