As pessoas no Irã querem que seu próprio time de futebol perca, diz ativista. explica porque | Noticias do mundo


Um ativista iraniano disse que o povo do Irã quer que seu time perca a Copa do Mundo da FIFA enquanto os protestos antigovernamentais continuam no país. A equipe iraniana foi criticada pelo ativista Masih Alinejad, que diz que “não representa o povo, mas o regime”.

Como o Irã tem visto mais de dois meses de protestos antigovernamentais desde a morte de Mahsa Amini, de 22 anos, sob custódia da polícia moral em 16 de setembro, a repressão levou a cerca de 400 mortes, de acordo com a organização de direitos humanos grupos.

Consulte Mais informação: Repórter da Copa do Mundo da FIFA é assaltado enquanto estava no ar e fica chocado com a resposta da polícia

Escrevendo no Twitter, Masih Alinejad disse: “O Irã é o único país na Copa do Mundo que seu povo quer que sua seleção nacional de futebol perca, já que a seleção não representa o povo, mas o regime. Queremos que nosso povo vença nas ruas onde os manifestantes estão sendo mortos por exigir liberdade e dignidade”.

A seleção iraniana de futebol, por outro lado, se recusou a cantar o hino nacional como um ato de solidariedade aos manifestantes antigovernamentais.

  • SOBRE O AUTOR

    Quando não está lendo, esse ex-aluno de literatura pode ser encontrado em busca de uma resposta para a pergunta: “Qual é o objetivo do jornalismo na sociedade?”



Source link

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *