As mortes semanais de Covid registradas na Grã-Bretanha ultrapassam 1.000 pela primeira vez em oito meses


O número de mortes registradas semanais envolvendo Covid-19 na Inglaterra e no País de Gales ultrapassou 1.000 pela primeira vez em oito meses, mostram os números.

Houve 1.020 mortes registradas na semana encerrada em 12 de novembro, quando o coronavírus foi mencionado no atestado de óbito, disse o Escritório Nacional de Estatísticas do Reino Unido (ONS).

Covid-19 foi responsável por cerca de uma em 12 de todas as mortes registradas durante o período de sete dias.

O número aumentou três por cento em relação à semana anterior, quando foram registradas 995 mortes.

E é a primeira vez que o total semanal ultrapassa 1.000 desde a semana que terminou em 12 de março, durante um bloqueio nacional de 2021.

Pessoas com 80 anos ou mais foram responsáveis ​​por 44,6 por cento dos óbitos registrados na semana até 12 de novembro – a menor proporção para essa faixa etária desde a semana até 27 de agosto, segundo análise da agência de notícias PA.

O número caiu de 46,2 por cento na semana anterior e 50,4 por cento duas semanas antes.

A queda pode refletir o impacto das doses de reforço da vacina Covid-19, que começou a ser implementada no final de setembro para todos os maiores de 50 anos que estavam há pelo menos seis meses após a segunda dose.

Pessoas com 80 anos ou mais seriam um dos primeiros grupos elegíveis para um reforço, pois teriam recebido sua segunda dose no início do ano.

Em contraste, pessoas de 60 a 79 anos de idade foram responsáveis ​​por 44,3 por cento das mortes registradas na semana até 12 de novembro – a maior porcentagem para essa faixa etária desde a semana até 28 de maio.



Source link

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.