Antes do Dia da Independência dos EUA, Trump realiza comício ‘Save America’ na Flórida | Noticias do mundo


Um dia antes do Quatro de julho, o ex-presidente do país, Donald Trump, realizou no sábado seu tão aguardado comício em estilo de campanha “Salve a América” ​​no Sarasota Fairgrounds, na Flórida. Ele criticou os promotores de Nova York por indiciarem sua empresa, a Trump Organization, e seu consultor financeiro de longa data, Allen Weisselberg, no que chamou de “má conduta do Ministério Público”. O evento também contará com uma grande queima de fogos de artifício para marcar a ocasião do Dia da Independência dos Estados Unidos em 4 de julho, informaram agências de notícias.

Leia também | Quatro de julho: com fogos de artifício e desfiles, os EUA se preparam para o Dia da Independência

“Eles mobilizaram todos os poderes do governo para virem atrás de mim, minha família, meus funcionários maravilhosos e minha empresa apenas por causa da política”, disse Trump à multidão reunida no comício.

Notavelmente, este é o segundo comício “Salve a América” ​​do ex-presidente, o anterior sendo realizado em Ohio perto do final do mês passado. Lá, Trump criticou o desempenho do presidente dos EUA Joe Biden como uma “catástrofe” e criticou o atual governo pela onda de crimes nas principais cidades dos Estados Unidos, a crise de migrantes na fronteira sul com o México e uma situação econômica sombria marcada por inflação.

Com o evento de 3 de julho, Trump repetiu sua falsa alegação de que perdeu a eleição de 2020 devido a fraude, informou a Reuters. Ele exortou seus partidários a apoiarem seus aliados em suas campanhas de meio de mandato, enquanto os republicanos lutam para retomar o controle do Congresso do Partido Democrata no ano que vem.

Donald Trump planeja apelar aos sentimentos anti-imigração que estão em alta entre os partidários do partido republicano na Flórida, que compareceram ao comício em massa antes do meio-dia de sábado para ouvir o ex-presidente falar. “Meu pai é um agente de patrulha de fronteira”, disse Phillippe Cruz, um morador de Sarasota que compareceu ao evento. “Ele perdeu muitos de seus colegas de trabalho na luta contra a epidemia de opioides em nossas fronteiras”. Cruz disse a um correspondente do Sputnik que apóia totalmente as políticas de Trump em tentar impedir que imigrantes ilegais “entrem e destruam nosso país com drogas e armas ilegais”.

O correspondente relata que a multidão em Sarasota é, no entanto, diversa e inclui pessoas de todas as idades e nacionalidades, incluindo muitos apoiadores latino-americanos de Donald Trump. O programa é um evento de um dia inteiro em apoio à agenda do ex-presidente “Make America Great Again” (MAGA) e irá celebrar as conquistas declaradas da administração Trump.



Source link

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.