A geração do milênio tem pouca satisfação com a democracia: estudo de Cambridge

Os jovens estão menos satisfeitos com a democracia e mais desiludidos do que em qualquer outra época do século passado, especialmente na Europa, América do Norte, África e Austrália, revelou um estudo da Universidade de Cambridge.

Os Millennials, ou aqueles nascidos entre 1981 e 1996, estão mais desiludidos do que a Geração X, aqueles nascidos entre 1965 e 1981, ou os Baby Boomers nascidos entre 1944 e 1964 e a Geração entre as Guerras de 1918-1943.

“Em todo o mundo, as gerações mais jovens não estão apenas mais insatisfeitas com o desempenho democrático do que as antigas, mas também mais descontentes do que as gerações anteriores em estágios de vida semelhantes”, concluiu o estudo de Cambridge.

A imagem é ruim nos Estados Unidos, Brasil, México, África do Sul, França, Austrália e Reino Unido.

Desafio populista

Mas a satisfação aumentou na Alemanha, Coréia do Sul e em muitos dos países pós-comunistas da Europa Central e Oriental.

A principal razão por trás da desilusão com a democracia entre os jovens foi a desigualdade de riqueza e renda, disse o relatório, citando números que mostram que a geração Y representa cerca de um quarto da população dos EUA, mas detém apenas 3% da riqueza. Os baby boomers detinham 21 por cento da riqueza na mesma idade.

O estudo sugeriu que o desafio populista ao mainstream, a política “estabelecida” poderia realmente ajudar a melhorar o engajamento democrático ao chocar os partidos moderados e líderes para reverter a decadência.

O Centro de Cambridge para o Futuro da Democracia investigou dados de mais de 4,8 milhões de entrevistados coletados em 160 países entre 1973 e 2020.


Source link

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *